segunda-feira, 6 de junho de 2016

CRISE POLÍTICA/GOLPE DE ESTADO: BCEAO é parte do problema


O director nacional do BCEAO, Aladge Mamadu Fadia, é parte do problema na Guiné-Bissau. Fadia actua como ponta-de-lança do PR, aceitando a mudança do fac-símile desde a PASSADA sexta-feira.

Na conta do Estado, no BCEAO, estão adormecidos cerca de 3 mil milhões de FCFA. Outro terrorista é o Julio Baldé, da agência de cooperação Guiné-Bissau/Senegal, que foi quem entregou em mãos o cheque de 500 milhões de FCFA ao PR "para fazer uma avenida 'Nino'" Vieira (presumo que a avenida em causa terá 100 metros, sem saída...)

Vão brincando com a Guiné-Bissau...AAS