sexta-feira, 3 de junho de 2016

CRISE POLÍTICA/GOLPE DE ESTADO: CPLP pede diálogo construtivo na Guiné-Bissau e saúda serenidade de forças de segurança


A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) afirmou-se hoje preocupada com a crise política na Guiné-Bissau e defendeu um "diálogo construtivo" entre os diferentes atores políticos, saudando a serenidade das forças de defesa e segurança.

Em comunicado, a organização lusófona afirma-se "preocupada com os recentes desenvolvimentos da situação política na Guiné-Bissau" e "reitera o apelo à calma de todos os intervenientes e ao respeito pela Constituição e as demais leis da República, no quadro do normal funcionamento do Estado de Direito".

A CPLP defende que "só através do diálogo construtivo entre todos os atores guineenses e do respeito pela Constituição da República será possível uma solução, pondo termo ao cenário de indefinição política". Lusa

ASSALTO NA MADRUGADA: QUEM É QUEM

AGITADORES: De costas, de pólo encarnado, trabalha no palácio: chama-se Mussá Turé e foi dos primeiros a chegar à sede e posicionou-se na p...