segunda-feira, 20 de junho de 2016

Ditadura é consenual? Nunca! JOMAV vai ter luta, e vai cair!


Ditadura e Consenso, não tem sido actualizado e há razões para isso. A pressão cansa-me, ter de 'fugir' deixa-me de rastos. 'Esconder-me' nunca foi o meu forte. Mas também tenho razões para isso.

Mas vou regressar com estrondo, acreditem. Hoje, um amigo telefonou-me para me dar uma nova engraçada. Que havia polícias a bloquear as rodas dos camiões na avenida Amilcar Cabral com um pretexto: "Não viram no blogue Ditadura do Consenso? Diz que não fazemos nada..." Tretas. Continuam a não fazer patavina. Nunca fizeram sequer.

Agradeci a chamada e dei um pulo até à dita poeirenta avenida (Cabral merecia mais, muito mais consideração). Havia uma roda bloqueada. Uma. E dezenas de camiões a fazer manobras perigosas para virar, em marcha-a-ré. O que disse, e repito, é que este governo de ilegais tornou Bissau numa anarquia.

Um mau exemplo? Frente à Residencial Coimbra, aquilo mais parece um piquenique dos cangalheiros. Falta apenas improvisar um matadouro...

E não há, parece nem haver, alguém com pulso para meter ordem nesta cidade. Não há uma única estrada boa, e boa quer dizer estrada acabada de asfaltar, que não sentIu já o peso desses monstros carregados com um ou dois contentores. Bissau tornou-se numa cidade perigosa. Encostados os camiões, às vezes até em segunda fila (?!), é vê-los nus a tomar banho em plena avenida, a cozinhar nos passeios, a fazer warga (chá) e sabe-se lá que mais fazem...

Desviem os camiões do centro da cidade, metam-nos lá onde tiver de ser, mas evitem mais acidentes e quedas de contentores. Actuem contra os camiões e seus proprietários. Desenhem uma rota longe do centro, façam o que tiverem que fazer, mas façam-no o mais rapidamente possível.

A cidade está quente, sufocante; o ar quente que emana do alcatrão cheio de areia (nós com tanta água e nem sequer lavamos as estradas e a CMB até podia ganhar uns trocos vendendo a areia que recuperar. O ar ambiente de Bissau é simplesmente irrespirável é um atentado aos nossos pulmões. Tomaram o poder (ainda que por dias) e nem conseguem gerir nada. Nem quero sonhar naquilo que nos acontecerá se por lá ficarem até às próximas eleições...

Este país está a ser ROUBADO (como na 'transição'), a DROGA está a entrar em velocidade de cruzeiro (tal e qual como na 'transição'. Tenham mas é vergonha! AAS