sexta-feira, 15 de julho de 2016

Declaração de voto do presidente do STJ, Paulo Sanha: inconstitucional