segunda-feira, 4 de julho de 2016

O vassalo e o rei


JOMAV caiu nas boas graças do rei Mohammed VI, de Marrocos. E porquê? Simples. O PR guineense prometeu ajudar no caso saarahoui. Moral da história: só um maluco para convencer um pirómano... AAS