domingo, 18 de setembro de 2016

COMITÉ CENTRAL DO PAIGC: "A disciplina partidária é um princípio fundamental", JBV


"A disciplina partidária é um princípio fundamental" disse João Bernardo Vieira, o porta-voz do partido. O comité central do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) apelou à reconciliação e coesão interna naquela força partidária, anunciou o respetivo porta-voz. "O 60.º aniversário do partido é um marco importante para a mudança do partido. Apelou-se à reconciliação e à coesão interna, mas nunca cedendo nos princípios e valores do PAIGC", referiu João Bernardo Vieira. "A disciplina partidária é um princípio fundamental" do partido, acrescentou.



João Bernardo Vieira falava aos jornalistas à saída da reunião do comité central que antecede as celebrações dos 60 anos do partido, que se assinalam amanhã, segunda-feira, dia 19. Apesar de ter vencido as eleições de 2014 com maioria absoluta, o PAIGC perdeu o controlo do parlamento devido à dissidência de 15 deputados que se juntaram à oposição.

O Presidente da República já demitiu dois governos do partido e deu posse em junho a um novo elenco formado pelo segundo partido mais votado (PRS) e por alguns dos 15 - entre os quais o primeiro-ministro, Baciro Djá. No entanto, a turbulência tem impedido o parlamento de funcionar, prolongando uma crise política que levou os países vizinhos a intervirem.

Os presidentes da Guiné-Conacri e Serra Leoa visitaram Bissau no sábado passado, como mediadores da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), e propuseram um acordo que foi assinado por todos os intervenientes políticos - incluindo o PAIGC.

O documento, prevê, entre outras medidas, a criação de um governo de inclusão que funcione e garanta estabilidade até ao fim da legislatura, em 2018. Apesar de o tema ter sido abordado, a participação do PAIGC nesse futuro governo não mereceu qualquer decisão na reunião do comité central, concluiu João Bernardo Vieira. Lusa

ELEIÇÕES ANTECIPADAS? "José Mário Vaz chegou dois anos atrasado"...disse Domingos Simões Pereira

O líder do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), Domingos Simões Pereira, afirmou hoje que o Presidente guine...