sábado, 10 de setembro de 2016

Conversas imaginárias


JOMAV com os chefes de Estado:

"Olhem a bela merda que é a capital do meu País! Eu fiz tudo isto, derrubei o governo do meu próprio partido quando disse que nunca o faria. Just look, my brother, deixei que camiões entrassem no centro com o meu fosfato, a minha madeira, tudo meu! Eu é que sou o dono disto tudo.
Regardez, mon frére!, permiti que esses camiões rebentassem estradas pagas por terceiros, mantenho orgulhosamente as estradas esburacadas; look, tenho 60 ou mais por cento de analfabetos pagos a migalhas para encher avenidas e bater palmas à vossa passagem. Eu estou perto, muito perto de me tornar num ditador!"
- e olha para ver que estão a olhar para ele, bebe água e dá um arroto sibilino.

P.S.: De repente cai uma tromba de água e a festa foi adiada. Por acaso chove a potes em Bissau neste momento. Viva São Pedro. AAS