quarta-feira, 7 de setembro de 2016

CRISE POLÍTICA: CEDEAO LAVA MAIS BRANCO


E de novo, a CEDEAO. Os ministros que estão no país dizem que "é preciso um governo inclusivo"...estou nos antípodas. Então o PAIGC ganha as eleições com maioria absoluta e, mesmo assim, convidou outros partidos para governar — chama—se o quê a este gesto? Inclusão, certo?

O PRS, primeiro irresponsável nesta crise, dá gargalhadas e palmadas nas coxas de tanta satisfação! O mesmo PRS que ganhau uma eleição legislativa na Guiné-Bissau mas até hoje está a mandar. Pouca vergonha, oportunismo e traição ao povo guineense.

Quanto aos 15, nem sei como classificar essa estirpe perniciosa e ruinosa. São gente que nunca deu nada de bom ao País — muito pelo contrário. Ou, se por acaso deram, foi a pensar em altos proveitos. Se tivessem mesmo vergonha na cara, reformavam—se da política de uma vez por todas.

A CEDEAO que veja bem no que se está a meter...O PAIGC que abra os olhos e corra com tudo que é traidor no partido de Amílcar Cabral. Viva a Guiné-Bissau, abaixo os traidores do Povo. AAS