quinta-feira, 8 de setembro de 2016

JOMAV e seus esquemas


PARTIDO AFRICANO PARA A INDEPENDÊNCIA DA GUINÉ E CABO VERDE

Secretariado Nacional

Comunicado de Imprensa

Alguns membros do Comité Central do PAIGC reportaram a este Secretariado Nacional estarem a ser contactados por pessoas que se identificaram como em representação do Senhor Presidente da República, e que os convida a um encontro com este, amanhã na Presidência, à hora do almoço e com indicações de que cada participante receberá uma soma de 100 mil Francos CFA em dinheiro.

Esta acção, a juntar-se a tantas outras já anteriormente encetadas, se configura como mais uma tentativa do Senhor José Mário Vaz de comprar a consciência dos militantes e dirigentes e ao mesmo tempo promover rupturas internas no partido. Desta feita com o fito evidente de demonstrar aos visitantes (Chefes de Estado que devem chegar ao país) que tem o apoio da maioria nesse importante órgão do partido.

O PAIGC e a sua Direcção Nacional estão absolutamente convictos de que nenhum membro do Comité Central responderá a nenhum convite sem indicação explicita das estruturas competentes para tal, pois isso configuraria uma violação flagrante dos princípios e regras de conduta, num momento em que todos os dirigentes, militantes e uma grande maioria do povo guineense, sabem qual tem sido o objetivo do Senhor Presidente da República e do seu grupo em desestabilizar e tentar destruir o PAIGC.

A Direção Nacional do PAIGC está segura de que nenhum dirigente responderá a este convite, porque hoje mais do que nunca é certa a vitória do nosso Partido contra estas forças do mal que persistem na maquinação, prática reiterada de indisciplina, violação grave dos Estatutos e de traição ao Partido, assumida por aqueles que hoje sabemos que nunca foram do partido, tendo simplesmente se servido dele, ao ponto de tentar fazer com que o poder legitimamente conquistado nas urnas fosse entregue de mão beijada aos nossos adversários.

O PAIGC uma vez mais chama a atenção da comunidade nacional e internacional para com este tipo de manobras que não mais visam do que projetar a Guiné-Bissau nos caminhos da instabilidade e da discórdia, num momento em que forças politicas nacionais e a comunidade internacional se mostram cada vez mais empenhadas na busca de soluções consentâneas, legais e democraticamente viáveis para fazer retornar o país aos caminhos de um verdadeiro Estado de Direito Democrático.

O PAIGC apela a todos os dirigentes, militantes e simpatizantes a unirem-se em torno da Direção do Partido na defesa dos seus ideias, princípios e valores, mantendo-se coesos e patrioticamente engajados na defesa da democracia e do Estado de Direito Democrático, e em saudação ao 60º aniversário que se celebra a 19 de Setembro próximo.

Viva o PAIGC!
Viva a Guiné-Bissau!

Bissau, 07 de setembro de 2016

O Secretariado Nacional do PAIGC