domingo, 11 de setembro de 2016

OPINIÃO DC: PRIMEIRO-MINISTRO? DOMINGOS SIMÕES PEREIRA


No que me diz respeito, esta crise desnecessária desencadeada pelo PR José Mário Vaz, só pode ter este capítulo:

DOMINGOS SIMÕES PEREIRA para Primeiro-Ministro. Ponto.

(respeita-se deste modo a Constituição da República da Guiné-Bissau, e os estatutos do PAIGC, partido vencedor das eleições legislativas de 2014 com MAIORIA ABSOLUTA).

Qualquer outra leitura ou aproveitamento devem ser energicamente rechaçados. A CEDEAO quis dizer isso mesmo: que volte a ser o que era antes da crise de doidice do JOMAV. O PAIGC deve formar o seu Governo e convidar quem bem entender para fazer parte dele - menos qualquer um dos 15 dissidentes/traidores, pois isso é matéria do foro interno do partido.

Se, mesmo assim, o PR JOMAV e os seus acólitos entenderem que devem ter uma 'palavrinha', que os mandem para aquele sítio bem longe! Querem radicalizar? Radicalizemos então! O país estava bem e recomendava-se, os projectos avançavam a bom ritmo, a energia estabilizou, as estradas estão a ser asfaltadas - só em Bissau mais de 40 kms de vias estão a sofrer significativas melhorias.

O projecto maior - TERRA RANKA, património do PAIGC para o Povo da Guiné-Bissau, teve toda a confiança interna (PRS incluido) e mobilizou junto dos nossos parceiros de desenvolvimento mais de mil e quinhentos milhões de dólares! Não se pode dar ao luxo de perdermos essa soma brutal que, e acredito piamente nisto, em dez anos faria mais para o País do que os 42 anos fratricidas que vivemos.

PR José Mário Vaz

Você admitiu ontem que errou. Mas você não é uma criança, caramba! Um País é um País e brincar com o País durante mais de 1 ano é de uma irresponsabilidade tamanha. E o senhor presidente devia simplesmente ter vergonha na cara e deixar de sacrificar o Povo da Guiné-Bissau com os seus interesses mesquinhos...e inconfessáveis! Disse. AAS