domingo, 18 de setembro de 2016

Para as empresas estrangeiras (mesmo para aquelas que só aparecem em.períodos de crise, aliando—se aos golpistas): Não invistam um só Franco CFA na Guiné-Bissau. Estão a deitar dinheiro numa enorme fogueira que tende a ser maior a cada dia que passa. É um aviso. AAS