quinta-feira, 13 de outubro de 2016

ÚLTIMA HORA: Academia Sueca decidiu por unanimidade - coisa rara nos tempos que correm - atribuir o Prémio Nobel da Ditadura ao presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz. AAS