domingo, 13 de novembro de 2016

Agressão senegalesa VI


"Não gosto de ver notícias destas do meu país. Espero que estejas bem, Aly. Eu pessoalmente quando vejo um parvalhão na estrada digo: deixa lá passar o parvalhão que eu tenho mais o que fazer. Por favor evite conflitos mesmo quando provocado, porque parvalhões há muitos e fique em segurança. Beijinhos e melhoras de Londres."

EUA: Nem sim nem sopas

O novo embaixador dos Estados Unidos para a Guiné-Bissau e com residência em Dacar/Senegal, Tulinabo Mushingi, disse hoje que o 'status ...