quarta-feira, 9 de novembro de 2016

NOTÍCIA DC/GRANDE TRAMPA (parte II)


É bandidagem. É o que já sabemos. A repetição do esquema de pagamento da divida interna entre o JOMAV e o Braima Camara. 5% do valor a receber pelo empresário foi para a CCIAS e o Braima Camara e o JOMAV mamaram aquele dinheiro.

É a repetição do esquema do FUNPI em que o exportador da castanha de caju paga 40 FCFA por cada quilo de castanha exportada e parte significativa do dinheiro vai para a CCIAS e o Braima Camara, o JOMAV e outros comparsas mamam o dinheiro,

A CCIAS não presta contas a ninguém. É impressionante. Estes dois não têm cura - o mesmo se passando com o ministro das Finanças Henrique Horta. É devido a este tipo de cumplicidades que o JOMAV está politicamente refém do Braima Camara.


Para acompanhar AQUI