terça-feira, 31 de maio de 2016

ÚLTIMA HORA/FORONTA NA PALÁCIO: Afinal os motivos são outros. A secreta presidencial informou o Presidente que após a reunião que os Veteranos da Luta de libertação fizeram no Palacio do Govern, onde reafirmaram inequivocamente o seu apoio ao Executivo e ao PAIGC, estes decidiram 'tomar de assalto' a Presidencia e destituir o PR Jomav, daí este ter solicitado a urgente proteccao das FAs...AAS

PAIGC reúne o Bureau Político na próxima 5ª feira, às 17 horas. PRS, por seu lado, reuniu hoje a sua Comissão Política. AAS

DC - 5 dias, mais de 200 mil visitas ao novo blogue. Ditadura e Consenso, comprometido com a Guiné-Bissau. AAS


ÚLTIMA HORA: PR JOMAV prepara-se para divulgar a lista do 'novo governo' e talvez até empossar os ilegais, e, por precaução, encheu o palácio e os arredorescom militares. Até desembarcaram militares no estádio 'Lino Correia'. A ordem é para reprimir qualquer contestação. AAS

ÚLTIMA HORA/O MEDO VOLTOU A BISSAU: Dezenas de militares, misturados com civis desordeiros, estão 'plantados' nos quintais da antiga primatura, bem ao lado do palácio, insultando e ameaçando quem passa e for conotado com o governo legal da Guiné-Bissau. AAS

ÚLTIMA HORA: Um camiao cheio de militares estacionou agora junto ao palacio e dezenas de militares tomaram posição junto à vedaçao. AAS

DSP: "PR está a faltar aos deveres constitucionais"


O líder do PAIGC, partido vencedor das últimas eleições legislativas na Guiné-Bissau, Domingos Simões Pereira, acusou no sábado o Presidente do país de ter faltado aos deveres constitucionais no ato da nomeação de um novo primeiro-ministro.

Em declarações aos jornalistas momentos após a sua chegada a Bissau vindo do Senegal - onde se reuniu com o Presidente daquele país -, Simões Pereira acusou José Mário Vaz de ter "imposto" Baciro Dja para o cargo de primeiro-ministro, "sem respeitar os ditames constitucionais".

Para o líder do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), o Presidente guineense não só alterou a lógica, ao propor ao Partido da Renovação Social (PRS), segundo mais votado nas ultimas eleições, que indique o primeiro-ministro, como também não observou o que recomenda a Constituição do país.

Domingos Simões Pereira disse ter sido informado sobre de que, alegadamente, José Mário Vaz não ter auscultado os partidos com representação parlamentar e o Conselho de Estado sobre o nome de Baciro Dja para o cargo de primeiro-ministro, o que diz ser ilegal.

"Estamos perante uma tentativa de forçar [a nomeação], de forma abusiva, ilegal, inconstitucional", considerou Simões Pereira, que promete compreender melhor o que se passou antes de José Mário Vaz nomear Baciro Dja como primeiro-ministro.

O líder do PAIGC não foi taxativo sobre se o partido irá avançar para os tribunais pedindo a fiscalização da decisão do Presidente guineense, mas lembrou que o poder judicial existe para fazer respeitar as leis do país.

Apenas disse ser solidário com os membros do governo demitido pelo chefe de Estado que se mantêm na sede do executivo desde quinta-feira por discordarem da decisão de José Mário Vaz.

"Vou saudar o facto de, responsavelmente, o Governo [demitido] continuar a garantir a gestão da coisa pública", afirmou, Simões Pereira, que promete deslocar-se pessoalmente ao palácio do Governo, no Bairro de Brá.

Sobre a sua deslocação ao Senegal e à Guiné-Conacri, o líder do PAIGC disse ter sido convidado pelos presidentes daqueles países para lhes explicar qual a perspetiva do partido vencedor das últimas eleições na Guiné-Bissau perante a crise no país. Lusa

ÚLTIMA HORA/NOTÍCIA DC: Comissão da paz da CEDEAO pediu uma audiência ao PAIGC. Acontece hoje, às 17h, na sede nacional com o DSP no leme. AAS

NOTÍCIA DC: A União Europeia já congelou a sua ajuda pública ao desenvolvimento para a Guiné-Bissau. AAS

NOTÍCIA DC: PR JOMAV foi ontem ao Estado-Maior General das FA "reclamar" sobre o 'tratamento' dado pelos militares aos manifestantes que se rebelaram contra o seu decreto ilegal e inconstitucional. "Parem de bater nas pessoas", disse um presidente orgulhosamente só. A tropa não terá gostado, e há mesmo quem defenda, no meio castrense, a demissão do CEMGFA, Biagué Nantan. JOMAV já pensa em nomear o Sandji Fati para CEMGFA. AAS

URGENTE/NOTÍCIA DC: JOMAV prepara mexidas no EMGFA - o próximo Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas poderá ser o Sandji Fati. AAS

Responsabilidade limitada


O presidente da República, José Mário Vaz, é irresponsável. É bom que todos os Guineenses saibam isto: a solução politica de estabidade que levou à nomeação de Baciro Djá é um segredo. O PAIGC e demais partidos não a conhecem, o Parlamento não a conhece, o povo Guineense não a conhece.

Sr. Presidente, Governar um país é assunto sério, não pode ser baseado em Acordos Secretos. Por isso mesmo, Jomav e o PRS têm que divulgar essa proposta. Governar um País não é para aprendizes de feiticeiro. É tudo quanto se lhes pede. AAS

Missão (im)possível (?)


A missão do Comité Interparlamentar para a Paz e Prevenção de Crise da Africa Ocidental, continua em Bissau para auscultar várias entidades sobre a crise política no País.

Depois de ouvir a Assembleia Nacional Popular, os partidos com assento parlamentar, a Liga Guineense dos Direitos Humanos e organizações representativas das mulheres e juventude, hoje prevê encontros com o Supremo Tribunal de Justiça, a União Europeia e a ONU. O último encontro será no palácio, com o PR José Mário Vaz. AAS

Frase do dia/Ouvinte na RDP-África: "Se o PR JOMAV gosta assim tanto do Baciro, então que lhe dê uma das suas filhas para casar e deixe a Guiné-Bissau em paz."

segunda-feira, 30 de maio de 2016

EXCLUSIVO DC/ÉS TUDO I PASSADA: "Prematura"?, Gabinete "de" primeiro-ministro (kila I nundé?)




DESPACHO: Não terá resposta...AAS

ÚLTIMA HORA: DSP deve encontrar-se hoje com a comunidade internacional. AAS

QUESTÃO (ESSENCIAL) PARA O PR JOMAV


"Em primeiro lugar, queremos questionar a atitude do presidente da República. O PR enganou os Guineenses e meteu-nos numa aventura grave. Perguntamos: que suporte legal tem o PR para nos mostrar, e ao mundo? Que solução apresentou o PRS, e com que partido? O JOMAV que apresente o documento do PRS ao Povo da Guiné-Bissau. Não o fará porque não tem documento nenhum, pois o PRS nunca entraria nesta aventura por saber que é ilegal! Se o PR está em conluio com o PRS que no-lo diga, pois seria gravíssimo." Idrissa Djaló, presidente do PUN, em declarações ao ditaduraeconsenso.blogspot.com

OCTÁVIO LOPES: Esclarecimento


"Acompanhei, incrédulo, o “tratamento jornalístico” dado ao facto de ir para Inglaterra estudar, segundo essas fontes, por pretensa discordância com as opções feitas por Sua Excelência o Presidente da República, como têm sido especulado pelos media e “paramedias” .

Candidatei-me (em 2015) e fui admitido para frequência de dois cursos de Mestrado na University of London (International Strategy and Diplomacy e Law, Development and Governance) para o ano lectivo 2016/2017, com início em Setembro do corrente ano.

A iniciativa de capacitação, valorização pessoal e profissional, para além de encorajada pelo Chefe de Estado, o próprio privilegiou-me com a assinatura de uma das cartas de referência exigidas no processo de candidatura.

Ainda não apresentei o meu pedido de demissão, mas como é por demais evidente, a frequência do Mestrado em Inglaterra é materialmente incompatível com o exercício cumulativo das funções de Ministro Director de Gabinete do Presidente da República, pelo que terei que o fazer, antes do início do curso.

Os que me conhece sabem, os que não conhecem ficam a saber que não cesso funções, até que Sua Excelência o Presidente da República identifique um substituto para dirigir o Gabinete. Aliás, assim procedi no passado, quando me demiti de cargos que exercia.

As minhas funções, como quaisquer outras em comissão de serviço no Estado, por serem de natureza transitória, devem ser encaradas com desprendimento, pelo que são incompreensíveis os apegos desmesurados que indiciam que alguns de nós parecem não estar preparados para viver afastados dos benefícios e regalias associados à governação.

Vou sair inquieto para o Mestrado (em International Strategy and Diplomacy), mas espero poder voltar de esperança renovada num futuro mais próspero para a nossa Guiné Bissau e melhor preparado para dar o meu modesto contributo, bem como para assumir eventuais desafios que as circunstâncias exigirem, em nome e no interesse do meu Partido e do nosso Povo.

PS: Também não é verdade que a minha residência tenha sido vandalizada.

Octávio Lopes"

NOTÍCIA DC: Comunidade Internacional vai começar a sancionar POLÍTICOS - proibição de entrada e congelamento de bens. Gossi propi ku nô na boia na cocó...AAS

DENÚNCIA/DISCOTECA KU NOME DI DITADOR: "DISCOTECA DITADOR JOMAV, POVO CATA PUDI DURMI NA GABU, MESMO KI BU STA A 2KM BUTA PENSA INA BU PORTA KU MUSICA NA SAI. HOSPITAL STA PERTU MESQUITAS STA PERTU DEUS KUMA PECADU MA GRANDE I HORA KU NA IARA BU VIZINHO. ANÓNIMO."

PAIGC/DSP: Frase da década


DIRECTO DC/PAIGC: "Darei tudo de mim para que a Democracia e a liberdade sejam uma realidade no meu, no nosso País. Todas as acusações que denunciei no outro dia no comício é so parte de tantos casos que já tem processos nos tribunais. Ninguém pode intimidar-nos." DSP

DIRECTO DC/PAIGC: "A comunidade Internacional tem na sua posse provas de que o Alto Magistrado da Nação (o JOMAV) está a ser investigado internacionalmente." DSP

DIRECTO DC: "O presidente da República ainda vai a tempo de parar com os atropelos à Constituição." DSP

DIRECTO DC: "Hoje, junto com os outros partidos amantes da democracia vamos dar tudo o que temos para que o golpe não aconteça." DSP

DIRECTO DC/PAIGC: "Agradeço a presença de todos os militantes e simpatizante do PAIGC, e todos os partidos que constituem e apoiam a democracia." DSP

DIRECTO DC/PAIGC: Tudo a postos para a conferência de imprensa do PAIGC


LIVRO


Lançamento do Livro de Carlos Edmilson Marques Vieira

GARGADJADA DI MAMA GUINÉ “Brankura di dinti ku ka tem sangui”
GARGALHADA DA MAMA GUINÉ “Quem vê caras não vê corações”

Dia 31 de Maio de 2016, pelas 18:30, em Odivelas, na Biblioteca D. Diniz
A Obra será apresentado pelo jornalista guineense, Tony Tcheka

CRISE POLÍTICA: PAIGC inicia daqui a pouco uma conferência de imprensa no Azalai Hotel. AAS

sábado, 28 de maio de 2016

FRASE DO DIA: "O governo inconstitucional já tem onde trabalhar. Nos jardins do Ledger Hotel..." Leitor identificado

DISCO PEDIDO: JOMAV está com medo, JOMAV está a tremer de medo. Um presidente com medo do seu Povo. Está enclausurado, preso dentro do próprio palácio. JOMAV é um presidente no fio da navalha. JOMAV está rodeado de militares - até na cozinha. Viola deliberadamente a Constituição (QUE JURARA CUMPRIR NO SEU SERMÃO DE POSSE) e depois manda os militares agredir os que estão do lado da verdade. JOMAV está com medo! JOMAV está com medo do seu próprio POVO!!! AAS

"O que nos está a guiar é a força da razão " Agnelo Regalla, presidente da União para a Mudança

DSP: "Continuamos firmes!"


ÚLTIMA HORA: Reunião no palácio do Governo


"O Governo do Eng. Carlos Correia é o legítimo governo de gestão. Não existe outro governo". Califa Seidi, líder da bancada parlamentar do PAIGC

ÚLTIMA HORA: Domingos Simões Pereira está neste momento reunido com membros do Governo do PAIGC, militantes e simpatizantes do partido. Estão lá mais de uma centena de pessoas. AAs

DIRECTO DC: "Pedimos aos nossos camaradas que voltem, há lugar para todos e para nos entendermos." DSP

DIRECTO DC: "Nos somos parte da comunidade internacional, e eles já entenderam que a Guine-Bissau quer desatar este nó. Obrigado pela vossa presença e acreditem que a estratégia que estamos a delinear vai dar frutos brevemente." DSP

DIRECTO DC: "Àqueles que tentaram assaltar a sede do PAIGC deixamos um aviso - não voltem a tentar isso..." DSP

DIRECTO DC: "Estamos num momento quente deste processo, e há coisas que não podemos falar. Mas está quase." AAS

DIRECTO DC: "A nossa maior salvação é usarmos os meios legalmente disponíveis para este combate. E está quase...quem quer implantar a ditadura no país sabe é bem que não vai a lado nenhum." DSP

DIRECTO DC: "PR violou as leis e a constituição. O governo que está em funções é o governo liderado pelo camarada Carlos Correia. O povo tem que sair para defender a democracia. Foi isso que testemunhamos aos vários responsáveis da sub-região. Todos eles compreenderam de facto o que se passa na Guiné-Bissau." DSP

DIRECTO DC:"Estamos em presença de total desnorte, mas nós juramos defender a constituição e as leis. E é graças ao camarada Carlos Correia que o poder não caiu na rua." DSP

DIRECTO DC: "Em nenhum momento o PR falou das suas escolhas, e ele nem tinha esse direito. Isso é desrespeito pelas instituições. O PR não cumpriu nem formalidade nem conteúdo." DSP

DIRECTO DC: "O Povo deu-nos a vitória é nós prometemos continuar a vontade do povo." DSP

DIRECTO DC: Agradecemos aos partidos que estão connosco nesta luta."

DIRECTO DC: "É nosso direito defender a liberdade. Não podemos culpar quem não sabe isso." DSP

DIRECTO DC: "As minhas primeiras palavras vão para o camarada Carlos Correia e os antigos combatentes" - DSP

,

Conselho de Ministros Extraordinário


DIRECTO DC: DSP vai a caminho da sede do PAIGC. AAS

DSP EM BISSAU


ÚLTIMA HORA: O avião chegou agora, com o DSP a bordo. AAS

PERSEGUIÇÃO: Suzete Dabo, Janice Nazareth, Tchumazinha Balde, todas do protocolo do PAIGC, fugiram hoje para Ziguinchor, Senegal, por terem sido perseguidas. Responsabilizaram o PR por tudo. AAS

GOLPE DE ESTADO/VERGONHA: A Guarda Nacional proibiu a entrada no salão do aeroporto à mulher do DSP, a alguns membros do Governo, bem como a antigos combatentes que vieram solidarizar-se com o presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira, que hoje regressa de Dacar. AAS

ÚLTIMA HORA: Conselho de Ministros extraordinário encontra-se reunido neste momento no palácio do Governo. AAS

ALERTA ÀS FORÇAS DE SEGURANÇA: Cá está o carro que foi atacado há pouco:


ALERTA: Indivíduos sem escrúpulos, visitaram a minha casa ontem, por duas vezes. Só digo: vão à merda! Não metem medo ao António Aly Silva. A revolução ainda agora começou! Vamos libertar a Guiné-Bissau da garra dos traficantes de drogas, da nossa madeira, da nossa bauxite, das areias pesadas!!! AAS

ALERTA URGENTE: Vândalos estão a atacar viaturas junto ao palácio do Governo. Agora mesmo partiram o vidro de uma viatura Nissan Patrol. AAS

DOMINGOS SIMÕES PEREIRA, presidente do PAIGC, chega a Bissau hoje, às 16h. CONVOCA-SE O POVO DEMOCRATA DA GUINÉ-BISSAU! AAS


"Guiné-Bissau voltará a ser tomado por redes do crime organizado e pelo narcotráfico"


No Jornal 2 da RTP, Felipe Pathé Duarte lembra que "estamos a falar de um primeiro-ministro que está a ser nomeado sem qualquer legitimidade".

O analista de política internacional diz que "a comunidade internacional tem o dever de encontrar financiamento para que o país possa realizar eleições legislativas".

De lembrar que o o presidente da república optou por nomear um novo governo depois de um impasse político no país invocando o facto de a Guiné-Bissau não ter disponibilidade financeira para pagar uma nova consulta popular.

O porta-voz do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo teme que o país "volte a ser tomado por redes de crime organizado e de narcotráfico". Não existindo um estado forte e organizado, e "existindo um conjunto de interesses", garante "há margem para que a Guiné-Bissau se torne a prazo um narco estado", o que "não é do interesse da comunidade internacional, mas também não é do interesse de Portugal", com quem o país tem laços muito estreitos.

GOLPE DE ESTADO: Sede do PAIGC já é zona libertada! Viva a democracia, viva a Guiné-Bissau!!! Pátria ou morte - venceremos!!! AAS

ALERTA/GOLPE DE ESTADO//PAIGC: "Por favor, continuem a informar os Guineenses, e ao mundo, que as forças ao serviço da ditadura, continuam pelo terceiro dia consecutivo proibindo as entradas e as saídas da sede nacional do PAIGC."

GOLPE DE ESTADO: Primeiro-ministro Carlos Correia está reunido com o bispo de Bissau, José Camnaté. AAS

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Chove torrencialmente. É boa altura...pa nô findi n'utru kadera...AAS

Chove forte em Bissau. AAS

GOLPE DE ESTADO DE TEATRO


"Em Portugal, o partido vencedor das eleições (PSD) não detinha maioria absoluta e por isso mesmo foi possível uma nova maioria. Na Guiné-Bissau, um partido detém a maioria absoluta. Não é possível a oposição governar sem esse partido. Em relação aos 15 (expulsos do PAIGC) é matéria jurídica e devemos deixar os tribunais explicar como deve ser tratado. Não é competência do PR nem da oposição.

Leitor identificado
"

GOLPE DE ESTADO/ALERTA: Desde ontem, os militares não deixaram sair os militantes do PAIGC que se esconderam dentro da sede aquando da onda de pancadaria infligida aos manifestantes deste partido. E ninguém pode entrar, nem mesmo os altos dirigentes do partido. AAS

GOLPE DE TEATRO: O PR mandou chamar ao palácio o capitão da selecção de futebol, Bocundji Cá. Desde ontem que não treinavam, devido a falta de pagamento. Talvez saiam do palácio a sorrir e com os bolsos cheios...Guiné-Bissau desloca-se à Zâmbia para no dia 4 de junho enfrentar esta selecção na penúltima jornada de apuramento para o CAN (Gabão) 2017. Ah, anarquia, desespero a quanto obrigas! AAS

GOLPE DE ESTADO: A jurisprudência (Acórdão Nr. 1/2015) dá ao PAIGC toda a RAZÃO. Este Governo ilegal e inconstitucional é nado-morto. AAS

GOLPE DE ESTADO: DSP deve chegar a qualquer momento a Bissau, e o PAIGC prepara um comício na sua sede, hoje, em Bissau. AAS

GOLPE DE ESTADO/PAIGC/COMITÉ CENTRAL REUNIDO COM CARÁCTER DE URGÊNCIA




"Vamos resistir até à última gota do nosso sangue. Somos legalistas e não aceitaremos que nos tirem o que conseguimos nas urnas" - palavras de Carlos Correia, primeiro vice-Presidente do PAIGC

GOLPE DE ESTADO: Imagens de uma noite de tumultos



Forças armadas da Guiné-Bissau em acção contra o próprio Povo...

GOLPE DE ESTADO


No dia 25 de maio, dia de África, os militares fizeram uma marcha e PROMETERAM:



E um dia depois, a 26 (ontem), aconteceu isto...:



Quem, no seu perfeito juízo, entende a nossa tropa? A palavra à comunidade internacional...AAS

GOLPE DE ESTADO: JOMAV dá posse ao Baciro Dja, hoje, ao meio dia. AAS

GOLPE DE ESTADO: Militares nas ruas de Bissau, controlam as principais avenidas e acessos estratégicos



Bissau, 27 de maio de 2016

MENSAGEM DO PAIGC: "As forças ao serviço da ditadura proibiram as entradas e saídas na nossa sede nacional. Por este motivo foram convocados todos os membros do Comité Central a reunirem-se no Pinto Lopes, a partir de agora. Ass: PAIGC"

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: Os militares dizem que vão desalojar os membros do governo que se encontram no Palácio de Governo. Estas são medidas de Estado de Sítio e não foi declarado o Estado de Sítio, e tem que ser denunciada à Comunidade Internacional. AAS

quinta-feira, 26 de maio de 2016

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: Militares afectos à marinha de Guerra estão a ser colocados em diferentes artérias dos bairros de Cuntum e Quelélé. AAS

MANIFESTAÇÃO: "Amanhã, a partir das 9 horas, frente ao palácio do Governo ESTÃO TODOS CONVOCADOS para apoiar as autoridades legítimas. Passe a mensagem"

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO/BAIXA DE VULTO NA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA: Octávio Lopes demitiu-se do cargo de director de gabinete do Presidente da República, por não concordar nem com a queda do Governo de Carlos Correia, e menos ainda com o nome que o presidente escolheu para primeiro-ministro - Baciro Dja, apurou o DC. Na sua página no Facebook escreveu há pouco: 'Vou para Londres estudar'. AAS


MALABARISMO DO PRS: "Estou a seguir o blogue. A emenda saiu pior que o soneto. O PRS está a ter um péssimo papel, porque não indicaram eles um nome para primeiro-ministro? Se houver merda vão dizer que não é nada com eles..." Leitor identificado

GOLPE DE ESTADO: PAIGC diz que "não aceitará nenhuma ilegalidade, venha ela de onde vier" e apela a população para a "desobediência civil". AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: Ninguém entra no palácio do Governo sem que seja devidamente identificado pela força da ECOMIB, que cerca o enorme edifício da avenida dos Combatentes da Liberdade da Pátria. AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: Os membros do Governo demitido pelo PR recusam reconhecer Baciro Dja, primeiro-ministro nomeado pelo presidente e dizem que não vão abandonar o palácio do Governo. "O país passará a funcionar com dois governos", avisou hoje ao fim da tarde o coronel Manuel Santos (Manecas). Angelo Regalla, ministro da Comunicação Social, apelida a situação de "ditatorial" e endossa toda a responsabilidade ao presidente da República, José Mário Vaz. Idrissa Djalo, presidente do PUN (extra-parlamentar), também se encontra nas instalações em solidariedade com o governo de Carlos Correia. AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO/BALANÇO PROVISÓRIO: No hospital 'Simão Mendes', em Bissau, encontram-se 7 feridos, entre os quais dois deputados do PAIGC (Fernando Yalá, com um braço partido, e Iafai). Um elemento de uma empresa de segurança privada, de serviço na sede do PAIGC, também teve um braço partido. Quanto aos restantes feridos, um levou uma coronhada de AK-47 na cabeça e os outros ficaram hematomas e escoriações. É a fúria da tropa...AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: Militares afectos ao Estado-Maior General das Forças Armadas controlam toda a área circundante do palácio e estão armados com AK-47 e RPG-7 (Bazuka). AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: O presidente da ANP, Cipriano Cassamá, está guardado por forças da ECOMIB e pela polícia nacional. AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: Cerca de 17 membros do Governo, incluindo o próprio primeiro-ministro, Carlos Correia estão no palácio do Governo e sob protecção da ECOMIB e da polícia de Ordem Pública. Hoje mesmo, o Executivo pediu reforço de segurança à força oeste africana. Estão ainda no palácio do Governo o secretário de Estado da Ordem Pública, Luís Manuel Cabral e o líder da bancada parlamentar do PAIGC, Califa Seidi. Os restantes membros do Governo estão na sede do PAIGC. AAS

ÚLTIMA HORA: Já há feridos no hospital. CEMGFA instalou o comando no palácio Presidencial, e o PR JOMAV está na Casa de Pedra, na presidência. AAS



Um dos primeiros combatentes pela liberdade a tombar ferido mesmo junto à sede do PAIGC

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: A rotunda que circunda a praça dos Heróis Nacionais foi cortada ao trânsito. Circulam apenas viaturas da Guarda Nacional e dos Militares. AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: A tropa nacional e os militares puseram todo o mundo em debandada, com coronhadas. A praça dos Heróis Nacionais continua com gente. AAS

ÚLTIMA HORA/GOLPE DE ESTADO: Foram disparados três verylights na praça dos Heróis Nacionais. AAS

GOLPE DE ESTADO: O decreto Presidencial


ÚLTIMA HORA: Decreto presidencial nomeou Baciro Dja. Desacatos na praça dos Heróis Nacionais. Bancos do jardim foram arremessados para a estrada, e manifestantes atiram pedras contra o palácio. AAS

CRISE POLÍTICA/NOTÍCIA DC: CEMGFA, Biague Nantan, esteve reunido mais de uma hora no palácio com o PR JOMAV. As ordens foram claras - assim que sair o decreto (inconstitucional) de nomeação do novo primeiro-ministro, a tropa deve ocupar todas as instituições do Estado e reprimir qualquer tentativa de perturbação da ordem pública (como se estivéssemos em estado de sítio...) Chama-se a isto Golpe de Estado - presumo eu! AAS

AAS - Publicidade


Spot Serviço "CIP" - Cliente: ASA | Agência: Lima Limão

Ver AQUI

Nô pintcha


CRISE POLÍTICA: O PAIGC, através de uma conferência de imprensa pelo seu responsável pela comunicação, Oscar Barbosa diz que não aceitará "nenhum Governo que não um formado pelo partido que ganhou as eleições (o próprio PAIGC)". Garante ainda "não estar disponível para aceitar nenhum Governo ilegal" e nem pactuará com "tirania". Denuncia que o País e a democracia "estão ameaçados", e a liberdade "condicionada". AAS

<<<<< NOVA SONDAGEM DC. VOTA

ÚLTIMA HORA: Direcção do PRS está reunido com os 15 expulsos do PAIGC e da ANP, no hotel Ledger. AAS

Angelo Regalla, União para a Mudança: "O presidente quer fazer um governo de 'iniciativa presidencial' e depois dissolver o parlamento, o que é completamente inconstitucional". AAS

CRISE POLÍTICA: O presidente do PAIGC, Domingos Simões Pereira, iniciou hoje um périplo pela sub-região, a convite dos presidentes do Senegal e da Guiné-Conakry. DSP regressa amanhã a Bissau. AAS

quarta-feira, 25 de maio de 2016

"Nomear o primeiro-ministro tendo em conta os resultados eleitorais" - e nada mais do que isto. É fácil


O plano do PR JOMAV falhou redondamente. Desde 12 de Agosto de 2015 que o país entrou num ciclo de instabilidade política absolutamente desnecessário e não consegue sair dele.

Vejamos. Dois meses sem governo, nomeação de um governo inconstitucional, anulação do acto pelo STJ, nomeação de um governo incompleto (há quatro meses sem Ministro da Administração Interna e Ministro dos Recursos Naturais); transferência da luta política para o Parlamento, disputas sobre aprovação ou rejeição do programa do governo, actos de vandalismo no Parlamento, disputas nos tribunais, etc.

Perante tudo isto, o presidente parece ter sido apanhado num turbilhão inesperado de acontecimentos que ultrapassaram largamente a sua capacidade de reacção, decidindo-se pela fuga para a frente. Logo ele, que é suposto ser o árbitro de todo o processo político. JOMAV deixou transparecer que não tem uma porta de saída airosa para a crise por si criada e amamentada...

De comunicados inoportunos e mal articulados da Presidência da República a iniciativas tardias e frouxas de diálogo político, JOMAV cimenta a cada dia que passa a impressão de que fez o país refém de propósitos mesquinhos e não sabe o que fazer para o tirar do imbróglio em que o meteu. O presidente perdeu simplesmente o controlo da coisa, a ponto de convidar o PRS a apresentar uma solução governativa!?

O que lhe resta? Pouca coisa. Jomav está cada vez mais isolado e o seu capital político erodiu dentro e fora das nossas fronteiras. Os populares não o respeitam; os músicos atiram toda a ira nacional contra ele em canções extremamente agressivas e desrespeitosas; os blogues vilipendiam-no diariamente. AAS

ANP vs STJ: Siga o baile


AAS - ESCLARECIMENTO


Às 20:09h da passada sexta-feira, alguém conhecido avisou-me por telefone que a minha conta do g-mail tinha sido ilegal e criminosamente invadida, e o meu blogue pirateado. Pensei que era uma brincadeira daquelas. E a pessoa acrescentou que estava na posse de várias correspondências trocadas por mim e por terceiros. Agradeci e desliguei.

A notícia deixou-me gelado e chocou-me por uma simples razão: senti que a minha privacidade e das pessoas com quem correspondo, foram brutalmente violadas por pessoas sem escrúpulos e de muito menos responsabilidade.

Tenho conversas sensíveis com várias dezenas se não mesmo centenas de pessoas sob diversos assuntos – alguns de Estado. A divulgação dessas trocas de correspondências É CRIME, e eu já accionei os meios legais necessários em Bissau e no estrangeiro para então travar o combate da minha vida.

Que seja o último, mas muita gente será responsabilizada. Contactei a equipa do g-mail, forneci os dados e as informações óbvias, um amigo perito em informática criou uma password ‘infalível’, e, aguardo agora o desenrolar dos acontecimentos. O meu advogado, também.

Volto a dizer: se eu cometi um CRIME, que o mesmo seja denunciado rapidamente ao ministério Público para que possa ser cabalmente esclarecido – mas eu não cometi crime algum e podem confiar na minha palavra. Tenho, bem como as pessoas com quem correspondo, direito à privacidade e, acreditem, lutarei por a manter. E eles também.

Vou passar a vida nos tribunais mas é ali mesmo que tudo será posto a limpo. Quem violou a minha conta do g-mail, e a do blogue? A pedido de quem? A troco do quê mesmo? Quem publicou as minhas conversas – não importa em que meio for - vão todos para tribunal.

Aliás, a simples menção de que a minha conta foi pirateada é uma prova criminal que está preservada e será devidamente encaminhada para para o fórum competente. O próprio ministério Público devia ter agido, mas como andam mais preocupados em passear nos bolsos do PR... A presidência forçou a libertação da última vez, desta vez nem o Papa o livrará.

Falei com presidentes, com primeiros-ministros, com ministros; com juízes, com militares, eu sei lá. Quero garantir a todos e a cada um que a sua privacidade não será beliscada e peço-voos que actuem judicialmente contra esses infratores criminosos.

Quanto aos hipotéticos pagamentos, e de estar na folha de pagamentos da Petroguin, só dá mesmo para rir. Confundir uma empresa estatal com um seu funcionário, alguém idóneo, responsável, então…nem digo nada. Publiquei este texto (hoje actualizado) na madrugada de sexta-feira mas os piratas removeram-no, não lhes interessam as provas...cá estão:



O que ninguém disse foi que se tratava de PAGAMENTO DE DÍVIDA PESSOAL – ver no MOTIVO DO PAGAMENTO na ficha do banco (venda de 1 ipad e dois telemóveis Samsung, tudo foi-me oferecido por amigos e estão vivos). Quanto ao Catió Baldé, empresário e agente de futebol, nada mais óbvio – tem um anúncio no blogue e paga mensalmente. Mas como o guineense é mau, nada mais há a acrescentar. Leiam e tirem as vossas conclusões.

Um exemplo, quando fui preso por causa daquela estupidez do 12 de abril, os militares roubaram todos os meus materiais. Dos Estados Unidos, Guineenses juntaram e devolveram tudo, incluindo extras. Isso é crime?! É suborno?! O que me pediram - e respeitarei para sempre - foi que não divulgasse os seus nomes, por terem familiares em Bissau.

Ditadura do Consenso nunca publicou nada para ser "pago". Mas se alguém quiser publicitar algo, aí eu cobro. Aliás, quando os músicos mandam cartazes eu digo "se vão ganhar dinheiro então terão de me pagar". Um ou dois pagaram, mas dos outros nunca mais recebi qualquer pedido.

Nunca nada de pessoal contra ninguém e muito menos divulgo correspondências trocadas – deus me livre. E ninguém mo fará. Não. O tempo da verdade chega sempre, pelo que a honra tem que ser paciente. Nunca serei uma vítima. E é isso que, afinal de contas, algumas pessoas não me perdoam. Andarei sempre de cabeça levantada, em Bissau ou em qualquer parte do mundo. AAS António Aly Silva NOVOS CONTACTOS » antonio.alysilva@outlook.com/antonio.alysilva@gmail.com

CRISE POLÍTICA: LGDH responsabiliza PR, PGR e classe política


COMUNICADO À IMPRENSA

A Liga Guineense dos Direitos Humanos acompanha com enorme inquietação a paralisação total do aparelho de Estado, há duas semanas, decorrente de demissão do Governo, através do Decreto Presidencial N◦1/2016, de 12 de Maio, seguida do congelamento das contas do tesouro público, determinado pelo Procurador-Geral de República.

Em consequência desta situação ainda sem solução à vista, muitas instituições públicas, dos mais variados domínios de atividades, deixaram de poder satisfazer as necessidades para as quais foram criadas, gerando assim, uma situação de disfuncionamento dos serviços sociais básicos, nomeadamente, saúde e educação.

O prolongar desta situação por mais tempo provocará danos incomensuráveis no tecido social e económico do país, com repercussões negativas no processo de consolidação da paz e do Estado de Direito Democrático.

Por conseguinte, é urgente que a classe política, particularmente o senhor Presidente da República, assumam as suas responsabilidades devolvendo ao país, o mais urgente possível, condições de governabilidade através de um diálogo político franco, inclusivo e sustentável.

Pelo exposto, a Direção Nacional da Liga Guineense dos Direitos Humanos delibera os seguintes:

1. Responsabilizar a classe política, em especial o senhor Presidente da República, pela deterioração da situação social e económica, resultante desta paralisação injustificada da Administração Pública.

2. Exigir ao senhor Presidente da república e aos principais atores políticos a formação, no mais curto espaço de tempo, de um governo dentro do quadro constitucional, capaz de prover aos cidadãos os serviços públicos essenciais.

3. Exortar o senhor Procurador Geral da República para conformar as suas acções com o quadro legal vigente, priorizando os mecanismos menos gravosos de fiscalização da atividade financeira do Estado por forma a evitar situações susceptíveis de agravar ainda mais o sofrimento deste martirizado povo.

4. Instar as forças de Defesa e Segurança a permanecerem fieis aos princípios de neutralidade e de defesa intransigente dos valores republicanos, rejeitando quaisquer tentativas de manipulação ou instrumentalização.

5. Apelar ao povo guineense para continuar calmo e sereno, fazendo uso da sua conhecida maturidade, em prol da paz e estabilidade políticas e sociais.

Pela Paz, Justiça e Direitos Humanos!

Feito em Bissau, aos 25 dias do mês de Maio de 2016

A Direção Nacional

CRISE POLÍTICA: JOMAV 'prefere' Baciro Dja (de novo!, e à margem do PAIGC, partido vencedor das eleições com maioria absoluta)


O presidente da Guiné-Bissau prepara—se para nomear ainda esta semana, e de novo, o Baciro Dja como primeiro-ministro. Inconstitucional, isto se no STJ se mantiver a coerência...

O problema, agora, não é 'resolveu—se a crise' (com base em ilegalidades, atropelos, compras de consciências) mas sim como sair dela. O presidente perdeu simplesmente o controlo da situação. Aí se o poder cai nas ruas...

Para os mais atentos, é dramático ver a debandada e o desinteresse da comunidade internacional para com o JOMAV, desde que o presidente da República decidiu embirrar com o PAIGC, partido com cujos votos chegou ao palácio, e com os sucessivos primeiros—ministros desta formação política que ganhou as eleições com maioria absoluta.

A comunidade internacional, principalmente a União Europeia, e alguns países da nossa sub—região, voltarão a isolar o País tal como aconteceu depois do golpe de Estado de 2012, e até políticos — coisa nova e sobretudo de aplaudir — poderão ser incluídos na nova lista de sanções.

Para preparar a comunidade internacional, sobretudo a União Europeia, via Portugal, o PR despachou hoje para Lisboa o seu director de gabinete. Octávio Lopes vai com uma missão: tentar convencer que tudo está bem, que há "um governo". Mas não conseguirá.

- Aos militares com sanções a vigorar desde 2012, elas não serão levantadas. A UE discute o assunto no próximo dia 27 ou 28. Querem ver até onde as coisas vão...

- Para a comunidade internacional: O tráfico de drogas cresceu, com ligações às mais altas hierarquias do Estado tal como aconteceu nos finais dos nos '90 — e a pista de Cufar é apenas um exemplo.

terça-feira, 24 de maio de 2016

AAS: Entrevista à RFI


O blog "Ditadura do Consenso" do jornalista guineense António Aly Silva está pirateado desde sexta-feira por um outro blog "Doka Internacional" cujo editor o acusa de suborno pelo poder político.

Ouvir AQUI

António Aly Silva fundador do blog "Ditadura do Consenso" já criou um novo ditaduraeconsenso.blogspot.fr e desafia Denilson Ferreira, o editor do blog "Doka Internacional" a apresentar provas das acusações contra a sua pessoa.

António Aly Silva foi acusado pelo blog "Doka Internacional" de ter sido subornado pelos dirigentes do PAIGC Domingos Simões Pereira e João Bernardo Vieira, bem como pelo ministro guineense das finanças Geraldo Martins, e foram publicadas trocas de emails entre estas diferentes personalidades.

"Sou uma pessoa impoluta e incorruptível, crime foi o que fizeram...o blog e a minha caixa gmail de correio foram pirateadas pelo editor do blog que confessou...há uma queixa crime [contra ele] na Inglaterra onde ele vive e outra em Portugal de que tem a nacionalidade".

António Aly acusa o Presidente José Mário Vaz de ser "o maior corrupto da Guiné-Bissau" e promete revelar no seu novo blog documentos, provando o seu envolvimento e do seu filho em esquemas de corrupção.

"Desafio o filho do Presidente a tornar públicos os seus emails porque ele é o próximo alvo...estou atrás dos documentos para os publicar...o nome da empresa é JOMAV. Quem é o corrupto aqui? Quem é que roubou os 12 milhões de Angola e que foi denunciado com documentos por mim? O corrupto primeiro é o Presidente".

"Ficamos a saber há dias que ganhou 13 milhões com a bauxite, que exportou 14 contentores de areias pesadas, que tinha um barco de pesca ilegal, quem é que é corrupto aqui? É o Presidente, que empurra o filho para fazer esta corrupção toda". RFI

domingo, 22 de maio de 2016

Nka murri inda...

...



LUZ BIN! NOBAS DI AONTI: COMÍCIO PAIGC


Ficamos a saber que o JOMAV exportou 14 contentores de areias pesadas, ficou com 13 milhões USD, tinha barco de pesca, exportou bauxite (13 milhões de dólares, para além dos 12 milhões de Angola...), e a famosa madeira...

DSP: "As forças armadas juraram defender a Pátria. Não juraram defender um ditador, um tirano, um déspota. E quando chegar a hora de intervir saberão que lado escolher".