terça-feira, 3 de janeiro de 2017

CAN 2017: "Orçamento ridículo e de má fé"


A Federação de Futebol da Guiné-Bissau (FFGB), orçamentou a sua campanha para a Taça de África das Nações em mais de 2 milhões de euros, mas o 'primeiro-ministro do governo de iniciativa presidencial' torceu o nariz e foi aos arames: "Este orçamento é ridículo e de má fé" disparou Umaro Sissoco.

Depois, pediu à FFGB para "cortar" no que menos interessa. DC apurou que muito poucas selecções gastam tanto dinheiro quanto aquele que foi pedido pela federação de futebol guineense.

Para já, o 'governo' libertará as verbas necessárias conforme a caminhada da selecção. Ah, e mandou pagar as dívidas (incluindo os prémios de jogo) das quatro partidas anteriores efectuadas pela selecção nacional. Aguardemos as cenas do próximo capítulo. Os 'Djurtus' devem seguir no próximo dia 7. AAS

AVIAÇÃO: No melhor pano...

A Agência de Aviação Civil da Guiné-Bissau ( País que não tem um avião para amostra e onde só voam mosquitos ) quis dar numa de reinventar ...