segunda-feira, 30 de abril de 2018

TESTE DE FORMAÇÃO MILITANTE



Para a PRESIDÊNCIA/JOMAV E O GRUPOS DOS 15.

1. Quem são estes militantes?

2. Quais os seus nomes e datas de nascimentos?

3. Quem é o militante de óculos escuros na primeira fila?

4. Quem, entre estes jovens do PAIGC, abateu o primeiro avião na luta?

5. Que funções ministeriais desempenharam?

Nota. Professor, coordenador de Formação Militante/Liceu Kwame N'Kruma - DOMINGOS Simões Pereira.

Quem acertar nas 4 respostas regressa ao PAIGC.

Leitor Não Identificado

CAJU/SÍNTESE DA REUNIÃO

(delegação Guiné-Bissau: Exportadores, ANAG, Associação dos Intermediários)

A reunião teve lugar no Hotel Ledger hoje à tarde:

A Delegação do Governo senegalês avançou duas propostas de 1900 Usd/Ton/Fob sem contar com as taxas (foram informados que os operadores guineenses têm contrato com este valor).

Reagiram perguntando caso conseguissem um contrato de compra no valor de até 2050 Usd/Ton/Fob poder-se-ia viabilizar a operação de compra, foi-lhes explicado que mesmo com esse valor e sem incluir as taxas não é possível realizar o negócio.

O problema continua sendo o preço de referência muito alto. As partes ficaram de voltar a reunir novamente hoje, por volta das 21 horas. AAS

CONFRONTAÇÃO: Os dez juízes-Conselheiros votaram hoje por unanimidade e declararam nulo o processo que culminou na escolha do presidente da CNE, José Pedro Sambu. Paulo Sanha, presidente do STJ, que decidiu por si, deve estar com as orelhas a arder...AAS

Primeiro-Ministro já formou a sua equipa

NOTÍCIA DC: Terminou em Lisboa o julgamento que opõe o Estado guineense (através do ministério da Energia na altura dirigido pelo agora sancionado Florentino Mendes Pereira, do PRS) à empresa norte-americana SoEnergy que ganhou o concurso público internacional para fornecer energia eléctrica à cidade de Bissau com 15 megawatts. O PRS recusou por causa do cartel montado...tudo tem um fim. Dentro de 1 mês sai a sentença. Ladrões. AAS

AFRONTA: Ministro dos Recursos Naturais e Energia, Serifo Embalo (PRS) disse hoje que vai continuar a ocupar o gabinete que pertence ao secretário de Estado da Energia, João Saad (PAIGC). O primeiro-ministro Aristides Gomes foi informado da anarquia do PRS e reagiu: "Vamos aguardar até à próxima quarta-feira, na reunião do Conselho de Ministros". Serifo disse mais na reunião de hoje: "Só saio deste gabinete se me demitir" - ronka força... Ministro não quer respeitar a orgânica do governo, tudo sob orientação do parceiro Florentino Mendes Pereira (sancionado da CEDEAO e fora do governo) para manter no cargo o seu protegido e 'director-geral' da EAGB, René Barros. O René vai sair - a bem ou a mal. AAS

O cartel que o PRS instalou na área da Energia tem os dias contados

JOMAV nomeia Botche Candé


NOTÍCIA AVANÇADA ONTEM PELO DC: Os compromissos entre José Mário Vaz e o Botche Candé só vão trazer dissabores ao povo da Guiné-Bissau. A comunidade internacional deve estar atenta. Não se avizinha nada de bom para a Guiné-Bissau. JOMAV quer continuar a meter o focinho na governação mas não vamos aceitar. Nunca!!!AAS

TAK TCHIF: Mandem os VAZ e os BARAI darem uma volta ao bilhar grande. R-U-A!!! A propósito, o Nando Vaz anda a propagar aos quatro ventos (ontem almoçou num restaurante perto da marinha) que "não esteve no cargo para roubar" e que "VOLTARÁ A SER 'MINISTRO'" até porque, disse quem o ouviu, "o SISSOCO voltará a ocupar o cargo de 'primeiro-ministro'". Nando Vaz, bardadi bu ka panha pé inda. AAS

Falta di findi kadera, mas é...

ÚLTIMA HORA: AUTORIDADE DO ESTADO foi reposta e os armazéns de arroz foram reabertos, graças à firme intervenção do primeiro-ministro, Aristides Gomes. AAS

domingo, 29 de abril de 2018

NUBDADI!!! Um passarinho contou ao DC que o presidente da República, José Mário Vaz, prepara-se para nomear o - vá la, papa - Botche Candé como MINISTRO DA PRESIDÊNCIA PARA OS ASSUNTOS INTERNOS E EXTERNOS. Astafurlay!!! Alguém tem um colete de forças??? AAS

OPINIÃO AAS: O presidente que não tinha brilho perdeu a cor

O presidente da República, José Mário Vaz, principal instigador da crise que durou 3 eternos anos, simplesmente esfumou-se. JOMAV era um gigante com pés de barro - sabíamo-lo. Era apenas uma questão de tempo para a fadiga dos materiais começar a aparecer. A CEDEAO tratou dele, ainda que lhe tenham dado muita corda. JOMAV só conhece afinal a lei da paulada...

Três anos de roubalheira descontrolada e consentida; três anos de autoritarismo e militarismo; três anos de calúnias, de medo e de prisões arbitrárias que não assustaram vivalma! Isso era o que mais faltava. Lutámos com brio e determinação, com orgulho; enfrentámos gás lacrimogéneo, cassetetes e bastonadas; de peito feito enfrentámos batalhões e canhões.



E no fim de tudo, vencemos. Vergamos o presidente e a sua corja dos malfeitores da Pátria.

A diplomacia, a inteligência, o carisma e sobretudo a estratégia do grande Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC, trataram de fazer o resto. Obrigado, Engº Domingos Simões Pereira.

Nesta crise, para além do presidente da República, outra instituição ficou muito mal na fotografia: o Supremo Tribunal de Justiça. O acórdão que era e depois deixou de ser foi a nódoa negra que abriu caminho ao presidente para as suas barbaridades.

Uma legislatura de 4 anos teve - pasmem-se - sete primeiros-ministros, cada um mais ladrão do que o outro.

Guineenses,

Deixemos de ser uns pacóvios e provincianos. Chega de sermos e parecermos parvos. Temos de enfrentar os poderes político, judicial e outros que nada representam a não ser os seus inconfessáveis interesses;

Apontemos o dedo aos juízes corruptos, temos que afrontá-los, denunciá-los junto do ministério Público e do Conselho Superior da Magistratura. Temos de ter a coragem de expor as suas habilidades malévolas na praça pública.

Organizem tertúlias de língua afiada. Façam manifestações em locais públicos e deixem falar quem quiser falar. Os ‘políticos’ que alinharam com o José Mário Vaz durante toda esta crise prestaram um péssimo serviço ao País - devem ser criminalmente responsabilizados; os negócios obscuros devem ser afixados em editais espalhados pela cidade.

Ousemos ser do contra. Não tenham medo. A prisão é para os homens. Cabe-nos e à geração mais nova, a figura de papel principal a partir de agora. Aos analfabetos e semi-analfabetos que vão para os bancos da escola. Desamparem a loja.

Os incompetentes devem simplesmente ser votados ao abandono, ao ostracismo. Quem sabe é que deve ensinar aqueles que não sabem. E não, nunca ao contrário. A pirâmide está invertida. E está mal.

Voltando ao presidente. Perdeu a cor. desbotou. E fica-lhe bem. AAS

Falta de Estado leva bancos à pior reacção possível


Bilo, o causador de todo este problema - está 'desaparecido'...

Ontem, a polícia Judiciária, em estrito cumprimento de uma ordem judicial, foi PROIBIDA de fazer o seu trabalho pelas Alfândegas, em estrita colaboração com a Guarda Nacional - que apareceu nos armazéns da empresa Mustafa de AK 47 em riste e prontos para causar distúrbios.


ORDEM desrespeitada


GUARDA NACIONAL/ALFÂNDEGAS de AK 47 em riste, dentro e fora das instalações

A PJ, fiel cumpridor das ordens judiciais, só não chegou a vias de facto por causa do sangue frio dos seus agentes no terreno. Em conversações com as chefias, foi-lhes pedido para não reagirem. A PJ chegou mesmo a reagir: "nós viemos cumprir uma ordem e enquanto não houver outra, documentada, em contrário, vamos agir" Uma vergonha o que se passou!!!

PM DESAUTORIZADO

O próprio primeiro-ministro Aristides Gomes (que reunira com o ministro da Justiça e outras autoridades), apurou o DC, foi desautorizado!!! DC sabe que o PM telefonou ao magistrado que ordenou a reabertura dos armazéns, mas ele terá respondido que "está a caminho de Varela" para o fim de semana (talvez só depois 1º de maio...)

'Cartel de Labé' manda em todos

Estranhou-se, contudo, que uma única empresa - a MASE BANO SARL tenha retirado 382,5 toneladas de arroz e logo que saiu o último camião... os armazéns foram ocupados pelas Alfândegas e nem mais um saco saiu.

A suspeita é que os empresários da Guiné Conacri mandam em todos e pagam toda a gente! Situação que dizem ser "impensável num Estado de direito" e com leis. "Compram toda a gente e não é por acaso que essa foi a única empresa a retirar todo todo o arroz". E exigem uma sindicância nas Alfândegas "o mais rápido possível".

BANCOS ESTRANHAM "AUSÊNCIA DO ESTADO" E RIPOSTAM

Os bancos comercias afectados pelo Billo é que não estão pelos ajustes. Em conjunto, prometem retaliação. Para já, os processos de empréstimos em curso (incluindo os de 1ª necessidade) serão suspensos; os financiamentos pedidos pelo Estado, também serão objecto de análise. E não vão financiar a campanha da castanha de caju.

Estranham "a falta de justiça", os "desmandos" e os riscos associados à actividade bancária num país sem lei nem ordem. Uma fonte de um banco comercial disse ao DC que a empresa Louis Dreyfus "não paga impostos na Guiné-Bissau e está por detrás de toda esta falcatrua, juntamente com as Alfândegas", lembrando que fez o mesmo no Senegal... AAS

DENÚNCIA: PRS NÃO quer largar a pasta da Energia/Ministro Embalo recusa-se a entregar o gabinete

"Apesar de formalmente ter havido passarão da pasta da Energia, o novo Ministro da Energia e dos Recursos Naturais Serifo Embaló recusou-se a entregar o Gabinete e as respectivas chaves ao Secretário de Estado empossado João Saad, alegando a falsa questão de "pretender inteirar-se da situação do sector e obter mais informações..."

Embalo convocou uma reunião para amanhã, mas os técnicos do Ministério ameaçam boicotá-la caso o Ministro não disponibilize o gabinete supracitado, em observância estrita do que está plasmado na orgânica do Ministério e, no âmbito da distribuição consensual de pastas.

Consta que segundo a orgânica, o Secretário de Estado da Energia não deve obediência ao Ministro em certas questões, limitando-se a tutela a simples observação...

Este incidente é revelador da doentia obstinação que o PRS tem para com a pasta da Energia, onde têm roubado milhões e infestado o sector por recrutamentos arbitrários constituindo um elevado fardo para Administração Pública.

Aliás, a mais recente auditoria às contas da EAGB diz tudo. O PRS pretende manter o pelouro da Energia, a sua principal fonte de financiamento das suas actividades políticas.

Amanhã é o dia das grandes decisões para se saber se o PAIGC "na seta toma baca sim cabeça"

M.Corobum

sexta-feira, 27 de abril de 2018

CAMPANHA DO CAJU: PROGNÓSTICO PESSIMISTA COM A PRODUÇÃO em 2018

Por:
Henrique Mendes
Mestre em Ciência e Engenharia de Alimentos
Tese sobre: Segurança Alimentar e a Produção de Caju na Guiné-Bissau, pelo ISA da Universidade Técnica de Lisboa.

"Em relação à produção e exportação, se a sua redução voltar a verificar este ano à semelhança do que ocorreu em 2017, ou seja; 168.000 Ton. Entretanto em 2016, a Guiné-Bissau exportou 198.000 Ton o que significa perda de 24.000 Ton. Considerando o preço médio de exportação verificado em 2017 ou seja 1950 Usd/Ton/ Fob, dados do Ministério do Comércio, houve perda na ordem de 46.800.000 Usd a favor da Economia Nacional.

Este ano estamos a constatar quase em todo o país Fraca Produção ou seja os Cajueiros tiveram uma boa floração entretanto percebe-se que estes secaram, numa linguagem comum(Abortaram), para além do envelhecimento dos pomares portanto aqueles que tenham atingido 30 anos de vida por conseguinte esgotando o seu ciclo produtivo, presume-se que a provável fraca produção este ano poderá estar relacionado com o factor clima (harmatan) para além do factor espaçamento que dificulta a Fotossintese na fase de Produção.

Este ano é quase certo e seguro que a Guiné-Bissau irá se confrontar com dois problemas sérios e que terão repercussões na nossa Economia e na dos Agricultores ou seja o Famoso 1000 fcfa e a Redução de Produção.

CONCLUSÃO:

A Guiné-Bissau poderá estar perante o inicio de Declinio de Produção consequência Negligência na implementacao e execução de politicas de Desenvolvimento AGRÍCOLAS com ênfase para as culturas de renda. Estamos a matar a "Galinha de Ovos" o nosso Caju o Carro Chefe e promotor do crescimento da nossa Economia.

SOLUÇÃO - Uma chamada de atenção:

É importante ao Governo começar a exercitar sobre estes cenários prováveis em termos de produção e exportação:

1- 150.0000 Ton
2- 120.000 Ton
3- 100.000 Ton

Obs: Probabilidades de comercialização clandestina via Fronteiras do Senegal e Guiné Conacri.

NOTA IMPORTANTE: Recordando estudo realizado pela Universidade KANSAS dos Estados Unidos,em 1986 de que em 20 anos haveria o aumento de produção de Castanha de caju à escala mundial e que os paises produtores e exportadores deveriam apostar no PROCESSAMENTO INDUSTRIAL.
É chegada a hora de agirmos de forma diferente como temos feito até inclusive diversificar para mais duas culturas de renda e de exportação ( SÉSAMO E ÓLEO DE PALMA)
"

PARALÍMPICOS: Proeza e história em Marrakech



Resultado historico da Selecção Nacional Paralímpica na prova dos 100m pela atleta Camnalai Rigna. A triste e lamentável notícia do não apoio por parte do governo guineense não desmoralizou a equipa.

Mesmo sem equipamentos, condições de treino e alimentação adequada a atleta e o guia conseguiram este resultado que orgulha a nação e o desporto nacional.

Hoje a mesma atleta participará na final dos 200m.

quinta-feira, 26 de abril de 2018

OPINIÃO: Caju e as suas consequências

Por:
Henrique Mendes
Mestre em Ciência e Engenharia de Alimentos
Tese sobre: Segurança Alimentar e a Produção de Caju na Guiné-Bissau, pelo ISA da Universidade Técnica de Lisboa.

Decorridos 32 dias depois da abertura oficial de campanha e fixação do Preço de Referência em 1000 fcfa por kilo ao produtor, o panorama e o ambiente de incertezas e nervosismo continua a ensombrar e a assustar os Agentes do Mercado que trabalham com o Caju.

Os Agricultores estão em aflitos e desesperados, estão a fazer colheita e não conseguem vender ao famoso preço de 1000 fcfa. Grande maioria dos agricultores não tem sacos de juta para acondicionar e ou armazenar a castanha, facto que pode depreciar a qualidade da castanha e consequentemente reflectir no preço de venda ao exportador.

Importar sublinhar que o Vietnam maior comprador, exige nos contratos a inspeção de qualidade da castanha a saída do país exportador e a chegada no Vietname.

Os principais intervenientes na Cadeia de Valor ou seja os Bancos comerciais, intermediários de escoamento, intermediarios de posto, continuam imobilizados porque os compradores Indianos e Vietenamitas não tem contratos assinados até a presente data devido ao elevado Preço de Referência na Guiné-Bissau. A BCEAO e os Bancos Comerciais até há dois atrás não receberam financiamento de suas sedes para a campanha, devido as incertezas que ainda prevalecem no nosso mercado.

CONSEQUÊNCIAS:

A aproximação do periodo da chuva em que as condições de colheita e sobretudo de conservação são deveras precárias poderá reflectir nos preços de venda ao exportador. Os produtores e ou agricultores não dispõe de armazéns adequados e nem Eiras de secagem para realizar as tarefas de Boas Práticas de Produção em termos de colheita e tratamento de castanha no período de Chuvas que se avizinha.

A situação de VULNERABILIDADE ALIMENTAR no campo ou seja a disponibilidade ou acessibilidade de alimentos neste periodo do ano é de facto CRÍTICO. Ou seja os rendimentos dos Cereais Secos(milho bacil, cavalo e preto), e Arroz de Pam pam, de Basfond e Mangrove e que cobrem as necessidades dos Agricultores durante o periodo máximo de 4 meses ou melhor do periodo da colheita destes cereais que se iniciam de Julho a Agosto para cereais secos e Setembro a Novembro para os demais já foram consumidas pelas Familias dos Agricultores, por conseguinte estes se encontram perante um cenário de esacassez de alimentos. A colheita e comercialização de castanha de caju partir do mês de Abril, permite aos Agricultores atenuar o flagelo de INSEGURANÇA ALIMENTAR, ou seja a cobertura alimentar proveniente de actividades geradores de rendimento monetário.

É urgente e absolutamente necessário que se tome medidas administrativas e ou políticas na pior das hipóteses até próxima semana conducentes ao desbloqueamento do Mercado.

CMB: A edilidade terá sido 'assaltada' hoje, e as portas foram arrombadas pela equipa do anterior presidente que foi 'exonerado' por um 'ministro' também exonerado e que já era. Mudaram as fechaduras e a vida continua. AAS

DESPORTO ADAPTADO: Comité Paralímpico da Guine-Bissau


MOMENTOS: Assinatura do protocolo e atletas do CPGB

Gulbenkian - Projetos em economias criativas nos PALOP e Timor Leste

Saiba mais AQUI

São apoiados projetos na área das economias criativas centrados no domínio da valorização de produtos locais associados ao património cultural dos PALOP e Timor Leste.

O apoio às economias criativas deve-se ao facto de ser internacionalmente reconhecido que a cultura e a criatividade permitem construir meios de vida, mobilizar recursos acessíveis, acrescentar-lhes valor, gerar riqueza e potenciar, deste modo, a criação de condições de resiliência de algumas sociedades.

Este concurso decorre em duas fases. A primeira é aberta a candidaturas (que devem ser apresentadas de 10 de abril a 18 de maio), a segunda é reservada às candidaturas aprovadas na primeira fase.

Financiamento
O montante máximo a financiar não pode ultrapassar os 70 mil euros, nem 90% do custo total do projeto.

Duração
Os projetos apoiados devem ter um período de duração mínima de um ano e máximo de dois.

Condições de elegibilidade

Podem concorrer Organizações Não Governamentais (ONG) ou associações privadas sem fins lucrativos de países parceiros (Angola, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste) e de Portugal
As candidaturas de entidades portuguesas elegíveis têm de integrar, obrigatoriamente, organizações dos países parceiros

As entidades concorrentes devem ter experiência no domínio das economias criativas

Só é admitida uma candidatura por organização proponente

Exclusões

Não são aceites candidaturas em nome individual ou de instituições privadas com fins lucrativos
Não são elegíveis projetos de eventos ou de mostras de produtos

Como concorrer
1. As candidaturas só podem ser apresentadas em formulário próprio, disponível nesta página (área: Candidatar)
2. Faça login para criar uma conta
3. Leia atentamente o regulamento e o documento FAQ antes de submeter a candidatura
4. Clique no formulário próprio. Será criado o seu processo
5. Depois de preencher a página de candidatura, clique em submeter
6. Todas as questões sobre o processo de candidatura só serão respondidas por email pgpd@gulbenkian.pt
7. As candidaturas só são aceites até às 15h do dia 18 de maio (GMT)
8. Poderão ser solicitados dados adicionais para análise da candidatura

Os resultados da primeira fase são conhecidos até finais de junho de 2018.

quarta-feira, 25 de abril de 2018

TOMADA DE POSSE: Amanhã, às 11 horas, no Palácio. AAS

PARA A CEDEAO: Mais uma do mesmo 'deputado' do PRS...

Novo Governo

Composição do Novo Governo

26 pastas (18 Ministérios e 8 Secretarias de Estado)

Primeiro-Ministro - Aristides Gomes (que acumula as pastas da Economia e das Finanças)

Presidência de Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares - Agnelo Regala
Ministério dos Negócios Estrangeiros, da Cooperação e das Comunidades - João Ribeiro Có
Ministério da Economia e Finanças - Aristides Gomes, em acumulação de funções
Ministério da Defesa Nacional - Eduardo Costa Sanhá
Ministério do Interior - Mutaro Djaló
Ministério do Turismo e Artesanato - Vicente Fernandes
Ministério da Educação, Ensino Superior, Juventude, Cultura e Desporto - Camilo Simões Pereira
Ministério das Obras Públicas, Construção e Urbanismo - António Óscar Barbosa
Ministério da Administração Territorial - Ester Fernandes
Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos - Iaia Djaló
Ministério das Pescas - Adiatu Djaló Nandinga
Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural - Nicolau dos Santos
Ministério da Energia, Indústria e Recursos Naturais - António Serifo Embaló
Ministério dos Transportes e Comunicações - Mamadú Serifo Jaquité
Ministério da Reforma Administrativa, Função Pública e Trabalho - Fernando Gomes
Ministério dos Combatentes da Liberdade da Pátria - Aristides Ocante da Silva
Ministério da Comunicação Social - Victor Gomes Pereira
Ministério da Saúde Pública, Família e Coesão Social - Maria Inácia Có Sanhá

SECRETARIAS DE ESTADO

Secretaria de Estado das Comunidades - Queba Banjai
Secretaria de Estado da Gestão Hospitalar - Pauleta Camará
Secretaria de Estado da Energia - João Saad
Secretaria de Estado do Ambiente - Quité Djaló
Secretaria de Estado do Tesouro - Soleimane Seidi
Secretaria de Estado do Orçamento e Assuntos Fiscais - João Alberto Djatá
Secretaria de Estado do Plano e Integração Regional - Humiliano Alves Cardoso
Secretaria de Estado da Juventude, Cultura e Desporto - Florentino Fernando Dias

E AS MULHERES????

SOLA FURA: Presidente da República, primeiro-ministro, delegação da CEDEAO e dirigentes do PRS. Todos no palácio. De acordo com uma fonte da CEDEAO, caso não haja acordo até a delegação abandonar Bissau, o próprio presidente será alvo da organização e da própria União Africana. Uma coisa é certa, JOMAV lá vai ter de engolir o peixe pelo rabo! É óptimo ver o JOMAV de rastos e com a língua de fora (esteticamente deve ser horrível!!). AAS

ÚLTIMA HORA: Acordo PARA FUTURO GOVERNO acaba de ser assinado. AAS

DROGA - HOJE NÃO, AMANHÃ...TALVEZ:: PJ adia incineração de droga apreendida. Uma fonte da PJ disse ao DC que o querem fazer a correr antes que eles sejam reincorporados para dissolver para 1/4 o conteúdo e guardar o resto. Com 1/4 a droga ainda acusa no teste que é qualitativo, não quantitativo. Com a Comunidade Internacional presente, valida-se a operação...AAS

ÚLTIMA HORA: Delegações do PAIGC e do PRS estão já no hotel Ledger para novas auscultações com a CEDEAO. AAS

JOMAV sob cerco sub-regional

O presidente da República José Mário Vaz esteve ontem em Dacar por umas horinhas e o seu homólogo Macky Sall fez questão de o receber no aeroporto - de onde nem saiu para a cidade. Segundo fonte do DC, José Mário Vaz foi pedir dinheiro para a compra da castanha do caju.

O presidente senegalês desculpou-se com a campanha presidencial deste ano no país vizinho, e deixou dois avisos ao 'soberano': que parasse de enviar emissários para pedir dinheiro a estados do Golfo e que aceite o acordo que ele mesmo pediu - "você não tem o direito de escolher governantes". AAS

ÚLTIMA HORA: Delegação da CEDEAO regressa a Bissau, entra no palácio, ouve o presidente e dá meia volta. Resultado? Mais reuniões com PAIGC e PRS...AAS

JOMAV: bu na n'guli é acordo tok i kaba!!!

VERGONHA: Deputado do PRS insulta chefes de Estado da CEDEAO



"Faço Votos que se alcancem consensos a bem da Nação e que estes "PALHAÇOS" da CEDEAO "saínú na vista". Palhaços que fuzilam os manifestantes pelos seus direitos cívicos. Um quer ficar por 3 Mandatos consecutivos e outro a começar é filho de um ex-presidente sanguinário e actualmente ele como Presidente, cumpre o ritual do pai por forma a eternizar no poder...BASTA. Ou Vai ou RATCHA!"

Joaquim Batista Correia
deputado do PRS

TELMO CORREIA, deputado do CDS português, respondeu:

"Caro Deputado Batista

Estas linguagens jamais deveriam ser proferidas por si. Um político deve ser exemplo e ter conduta em todas acções. Dói imenso constatar essa postura de um alto dirigentes de um partido da dimensão do PRS.

Incompreensível constar o mesmo tipo de linguagem habitualmente veiculada através da página oficial do Partido o que presume ser o mesmo editor.

A política ou melhor "guerra política" pode ser feita com eficácia sem recurso à linhagens obscenas. Please pelo bem da política nacional e uma prestação responsável do Partido perante opositores e novos simpatizantes, mude essa linguagem.
"

ÚLTIMA HORA: Presidente José Mário Vaz mandou chamar a delegação da CEDEAO - que já estava no aeroporto. Neste momento, a delegação acaba de chegar ao palácio. AAS

ÚLTIMA HORA: Delegação da CEDEAO vai a caminho do aeroporto. "Esse homem é maluco" - comentam, referindo-se ao presidente da Guiné-Bissau, JOSÉ MÁRIO VAZ. Agora é que vão ser elas...AAS

EXCLUSIVO DC: JOMAV bloqueou acordo para formação de governo

CEDEAO está com os cabelos em pé e vai embora hoje. O presidente JOSÉ MÁRIO VAZ bloqueou tudo, apesar das concessões feitas pelo PAIGC. O presidente quer manter o Botche Candé no ministério do Interior e o Eduardo Costa Sanha na Defesa, e afirmou que a pasta dos Negócios Estrangeiros "deve ser uma escolha" do presidente.

CEDEAO abandona Bissau e vai informar os chefes de Estado da impossibilidade de se formar um governo inclusivo na Guiné-Bissau. PAIGC já havia informado a organização sub-regional de que o presidente ia bloquear as negociações - o que acabou por acontecer.

Mas o pior está para vir. PAIGC avisou já a delegação de alto nível da CEDEAO que o PAIGC sai do acordo e retira o apoio ao recém nomeado primeiro-ministro Aristides Gomes. É o cabo dos trabalhos. AAS

terça-feira, 24 de abril de 2018

GOVERNO: Tudo adiado para amanhã

Não foi desta. Depois de muitas correrias entre o hotel Ledger e o Palácio, a delegação da CEDEAO saiu de mão atadas. PAIGC e PRS terminaram mais uma ronda de negociações, mas o impasse permanece.

E tudo por causa de um nome: BOTCHE CANDE - o homem de mão que fala com a voz do dono - que o presidente José Mário Vaz quer manter como 'ministro' do Interior. Deixou cair quase todos, mas não abre mão do Botche.

A CEDEAO está desanimada mas "firme", contou uma fonte da organização ao DC, adiantando que "não cabe (na nossa Constituição) ao PR escolher nomes para o Governo".

Amanhã serão retomadas as negociações, num dia que a CEDEAO apelida de 'Dia D' - de decisões. Resta ao presidente assinar de cruz, pois quem ganhou as eleições foi o PAIGC e o PRS era apenas um convidado que se revelou oportunista e ladrão. AAS

Futuro incerto para estudantes guineenses em Porto Alegre

Estudantes andam de um lado para o outro na cidade brasileira de Porto Alegre. O Governo não paga a renda das suas residências. Agora, têm de procurar casa até 30 de junho. O futuro é incerto. Ler AQUI

ANP diz que existe e JOMAV promulga

FUGIDA: No dia em que uma delegação da CEDEAO chega a Bissau, JOMAV arruma a trouxa e manda-se para Dacar. Enquanto isso acontece, o governo vai tomando forma e corpo. PAIGC fica com as pastas das Finanças, da Administração Territorial; PRS mantém-se na Energia (deus nos acuda!!!) e PAIGC assume a secretaria de Estado da Energia. Aristides Gomes já tem a composição do governo nas suas mãos. AAS

segunda-feira, 23 de abril de 2018

ALELUIA, ALELUIA!!! LUZ BIM. ATÉ APETECE DIZER "MERDA PARA ISTO, CARAGO!" AAS

PARANÓIA: José Mário Vaz queria, fez mesmo finca-pé, amuou: o presidente queria que os seus protegidos se mantivessem no novo governo, mas foi-lhe recusado logo à primeira. Ressabiado e sem sequer saber a quantas anda, ameaça agora com a dissolução do parlamento. Camarada soberano, acorda para a vida. É que já nem o Aristides Gomes podes demitir. Esta crise ultrapassou-te e ainda nem deste conta. Ela está nas mãos dos chefes de Estado da CEDEAO e da União Africana. Keep calm e assina tudo de cruz. AAS

EAGB (Empresa de Aldrabões e Gatunos de Bissau) vai ter uma resposta à altura

BOÇALIDADE: José Mário Vaz é o monstro que nós mesmos criamos e que nos vai devorar. Criou a crise, e os 15; Primeiro adoptou e depois instrumentalizou o PRS (que só chega ao poder por vias ilegais). Atado pelos próprios tentáculos, internacionalizou a crise e propaga aos quatro ventos que somos um país "soberano". Agora, ameaça: ou há acordo (PRS e PAIGC) até ás 19 horas de hoje, ou dissolve o parlamento. A IX Legislatura, recorde-se, termina às 00h00 de hoje. Roça o ridículo! AAS

Mas o mais triste é ouvir da boca do próprio primeiro-ministro isto: "só depois de formado o governo vou debruçar-me sobre o problema da electricidade"!

IRRESPONSABILIDADE E MALDADE: (4 dias) 96 horas sem luz nem água. E o povo de merda? Tolerante, impávido e sereno - como sempre! AAS

RESPONSÁVEL NR. 1 PELA FALTA DE ELECTRICIDADE E ÁGUA?: O 1º Ministro, Aristides Gomes. Mandou suspender todos os pagamentos, mas podia abrir uma excepção no que toca aos direitos básicos, humanos! Não é tolerável que centenas de milhares de famílias estejam a deitar fora alimentos, não é humano a falta de água no hospital nacional de Simão Mendes. Não é sequer aceitável!!! Primeiro-Ministro MANDE DESBLOQUEAR a verba para fornecer combustível à central - depois, mande chamar o 'ministro' vitalício, o seu 'director-geral' e a própria Agrekko. O Aristides começou mal, muito mal...AAS

NOTÍCIA DC - ORDENS: Tribunal Regional de Bissau mandou ANULAR a suspensão abusiva

Lembram-se deste documento?:



Pois bem. Agora, uma juíza mandou ANULAR tudo!:

FACTOS: Terra de merda com um povo apático e dirigentes de cocó = a: tempestade perfeita. AAS

sábado, 21 de abril de 2018

EUA arrasam Guiné-Bissau: "FALTA DE INDEPENDÊNCIA JUDICIAL E CORRUPÇÃO"

A falta de independência judicial, a corrupção, a ausência de investigação em crimes contra mulheres e crianças e o tráfico pessoas são os principais problemas relacionados com Direitos Humanos na Guiné-Bissau, segundo os Estados Unidos.

No relatório sobre a situação dos Direitos Humanos em 2017 divulgado hoje pelo Departamento de Estado norte-americano é referido que a polícia é "geralmente ineficaz, mal paga e corrupta".

"Não receberam treino e não têm recursos suficientes para comprar combustível para os veículos da polícia. A polícia de trânsito costuma exigir subornos aos motoristas", pode ler-se no relatório.

O Departamento de Estado considera que a Procuradoria-Geral da República é responsável pela investigação aos abusos policiais, mas os funcionários do Ministério Público também são "mal pagos e suscetíveis a ameaças, corrupção e coação". O relatório sublinha que a Constituição prevê um poder judiciário independente, "mas está sujeito a manipulação política".

"Os juízes estão mal formados, inadequados e irregularmente pagos e sujeitos a corrupção", refere o documento, sublinhando que faltam recursos e infraestruturas e que as condenações são "extremamente raras", apesar das autoridades respeitarem as ordens judiciais. LUSA

EUA: "Guiné-Bissau vive situação de estrangulamento"

O embaixador dos Estados Unidos para a Guiné-Bissau com residência em Dacar, Tulinabo Mushingi, afirmou estar preocupado com a situação de estrangulamento no país devido à situação política, mas manifestou esperança, tendo em conta os últimos desenvolvimentos.

O país encontra-se numa situação de estrangulamento quase numa paralisação causada pelo impasse político e está situação está a afetar negativamente o desenvolvimento e o seu povo”, disse, em conferência de imprensa, o embaixador norte-americano.

Tulinabo Mushingi realizou esta semana uma visita a Bissau, tendo mantido encontros com o novo primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes, com o chefe de Estado, José Mário Vaz, bem como com representantes da comunidade internacional, figuras religiosas e sociedade civil.

Também vi esperança. O novo primeiro-ministro parece ter o apoio necessário para formar Governo. O Presidente anunciou a data para as eleições e para muitos o cenário é otimista”, afirmou. LUSA

FALTA DE TUDO: 450 mil habitantes da cidade de Bissau e arredores estão sem energia e água há mais de 24 horas! Apetece mandar todos para aquele sítio...Ladrões do povo! AAS

sexta-feira, 20 de abril de 2018

EXCLUSIVO DC: Aleluia!!! A partir de hoje, a POLÍCIA JUDICIÁRIA vai acompanhar todos os passos da EAGB: vão comprar combustível e escoltar os camiões cisterna até à central; vão conferir tudo o que é abastecido e o stock; vão aos bancos etc, etc. Esta é a triste realidade de uma empresa que devia ser viável, fornecendo electricidade e água para 450 mil almas em Bissau. Já não era sem tempo! Agora, é cada um assumir as suas responsabilidades junto da Justiça. Sr. Primeiro-Ministro, Aristides Gomes, RETIRE A PASTA DA ENERGIA das mãos do PRS. É um desafio!!! AAS

P.S.: Hoje, toda a grande Bissau está sem energia e água há mais de 15 horas. O que é uma vergonha.

LGDH - Comunicado de Imprensa

Liga Guineense dos Direitos Humanos

Comunicado de Imprensa

A LGDH considera Vergonhoso e Inconstitucional a prorrogação da legislatura

A Liga Guineense dos Direitos Humanos tomou conhecimento, com enorme estupefação, do vergonhoso processo de revisão pontual da Constituição da República desencadeado pelos deputados da Assembleia Nacional Popular no dia 19 de Abril de 2018, visando a prorrogação da presente legislatura até à realização das eleições legislativas, previstas para o dia 18 de Novembro do ano em curso.

A realização regular e periódica das eleições para a renovação da legitimidade dos órgãos eletivos e dos respectivos titulares e/ou membros, constitui um dos alicerces fundamentais da democracia representativa, e, por esta via, traduz-se como um dos princípios estruturantes do Estado de Direito.

A referida periodicidade deve ser previsível, previamente determinada e com um elevado grau de estabilidade, não devendo a sua concretização depender da vontade circunstancial dum grupo de cidadãos representados no parlamento.

Aliás, o legislador constituinte prevê no artigo 79º que “ cada legislatura tem a duração de 4 anos e inicia-se com a proclamação dos resultados eleitorais”. Esta norma constitucional vem desta forma estabelecer o principio de periodicidade do mandato dos deputados e da própria legislatura. O sobredito preceito não é passivel de revisão por força da alínea h) do artigo130° da CRGB, que estabelece como um dos limites da revisão constitucional o sufrágio universal, direto, igual, secreto e periódico na designação dos titulares de cargos eletivos dos órgãos de soberania.

Pelo seu grau de importância no contexto democrático, a periodicidade dos mandatos foi elevada, na Constituição da República da Guiné-Bissau em vigor, a categoria de limites materiais da revisão constitucional, constituindo assim o núcleo duro da constituição. Com efeito, a periodicidade da legislatura não pode ser alterada sem antes se rever os limites materiais da constituição, sob pena de violação grosseira da Lei Magna, pondo em causa, neste caso em concreto, o direito fundamental que assiste ao povo de legitimar ou não, por via das novas eleições, a continuidade ou permanencia dos seus representantes.

Para a LGDH, esta iniciativa de revisão constitucional viola de forma flagrante a letra e o espírito da Constituição, e, por conseguinte, representa uma ameaça ao Estado de Direio porquanto abre ou poderá abrir um precedente grave na democracia guineense.

Esta posição da organização é consentânea com o Acórdão Nº 4/2008, de 31 de Julho, que declarou na altura inconstitucional uma tentativa semelhante levada a cabo na sétima legislatura pela Assembleia Nacional Popular.

Com a aprovação desta lei, o parlamento transmite a mensagem de que doravante qualquer formação política ou grupo de partidos políticos podem por sua livre e espontânea vontade, alterar a constituição e estipular novo período para o fim da legislatura como forma de acomodar os seus interesses políticos inconfessos.

Dada à gravidade desta em relação às conquistas democráticas, a LGDH apela a sua excelência o Sr. Presidente da República, na sua qualidade de garante da constituição, para vetar esta vergonhosa Lei de revisão constitucional por colidir frontalmente com os valores e os princípios estruturantes da nossa lei magna.

Outrossim, em caso da promulgação pelo Presidente da República desta lei manifestamente inconstitucional, a LGDH exorta ao Ministério Público, na sua qualidade do defensor da legalidade, para requerer a declaração da inconstitucionalidade da mesma no Supremo Tribunal de Justiça, em salvaguarda dos direitos e das aspirações do povo guineense.

Pela paz, justiça e direitos humanos

Feito em Bissau, aos 19 dias do mês de Abril de 2018


A Direção Nacional
___________________________

POLÉMICA: Juízes-Conselheiros fazem denúncia contra o presidente do STJ

SOCORRO: Mais de dois meses com cortes de energia e água durante 12 ou mais horas!!! O povo paga adiantado mas nada de electricidade. Gestores semi-analfabetos de tuta e meia assaltaram o poder e estão a dar cabo da Guiné-Bissau!!! CAMBADAS DE LADRÕES QUE MERECEM ARDER NO INFERNO!!! TIREM A ENERGIA NAS MÃOS DO PRS...AAS

Ordem contra unhas compridas

IX Legislatura: Ameaça ao Estado de Direito Democrático

"Juiz em causa própria e alteração intempestiva das regras no decorrer do jogo, por livre arbítrio. O mínimo que se pode dizer.

Lei Inconstitucional por forca da JURISPRUDÊNCIA de 2008 (Acordão do STJ de julho-Agosto) que declara inconstitucional a então dita lei especial e extraordinaria da Prorrogação da legislatura. Ameaça ao Estado de Direito Democrático.


Rui Landim"

Não porque sim - E o Povo, pa?

quinta-feira, 19 de abril de 2018

ORDENS SÃO ORDENS: Primeiro-Ministro Aristides Gomes ordenou o fim de pagamentos no estado "até que haja novo Governo". Mas há excepções. AAS

'Prorrogação' da IX Legislatura: Vergonhosa

"Se duvidas houvera quanto à falta de respeito e consideração desta classe política pelo povo guineense, hoje ficaram completamente esclarecidas.

Classifico de vergonhoso o arranjo corporativo para prorrogar ilegal e inconstitucionalmente o mandato de 4 anos e nem mais 1 dia, que o povo conferiu aos deputados.

Por que razão entendem que vale a pena violar preceitos legais e constitucionais para alargarem um mandato estéril e absolutamente improdutivo? Porque mereceriam os deputados este bónus de 8 meses com que se auto-premiaram? Um dia a Historia irá julgar-vos pelo mal que causaram ao nosso País.

Nelvina Barreto
"

Obviamente, inconstitucional!

A nossa Constituição voltou a ser ferida de morte. A 'prorrogação' da IX legislatura (os mandatos dos deputados ficariam sempre salvaguardados até à tomada de posse dos novos deputados) viola flagrantemente o Artigo 79 da Constituição da República da Guiné-Bissau,

o que é uma aberração - e deita por terra (com as consequências que todos podemos prever) os actos inconstitucionais e patéticos tomados até então pelo presidente da República, José Mário Vaz.

Um único deputado votou contra - o Adulai Sow, do PRS. Um voto que merece o aplauso dos verdadeiros democratas. É preciso saber dizer não, nem que isso seja ir contra a ordem do próprio partido! É preciso ter a coragem de enfrentar.
AAS

ANP-CNE: Lista proposta foi aprovada com 1 voto NÃO, 1 ABSTENÇÃO, 1 voto NULO, 1 voto BRANCO. A lista foi aprovada com 94 votos a favor num universo de 98 votantes (96%). AAS

RECONHECIMENTO: DSP recebe embaixador dos EUA, hoje, às 15 h na sede do PAIGC. AAS

RIP: Faleceu em Bissau o brigadeiro-general, MARCIANO VALENTIM DAMA. Foi vice-presidente do Tribunal Militar Superior. Que descanse em paz e condolências à família. AAS

HOJE: Os militantes do PST mudam-se para o PAIGC

MCCI - Nota de imprensa

MCCI-N-03/2018

O Movimento dos Cidadãos Conscientes e Inconformados (MCCI), após ter reunido a sua Direcção, no dia 17 de Abril de 2018, para analisar a atual situação política do país, em consequência da Cimeira Extraordinária da CEDEAO, que decorreu em Lomé, Togo, vem afirmar o seu posicionamento nos seguintes termos:

1. Manifestar a satisfação com a determinação da Organização da Cimeira Extraordinária convocada exclusivamente para a resolução da crise política que se arrasta há quase três anos na Guiné-Bissau. Afinal, com a aplicação das sanções impostas e a coação, era possível chegar-se a um entendimento para a estabilização do país.

2. Congratular-se com os esforços de todas as organizações da sociedade civil, entidades religiosas e corpos diplomáticos acreditados no país pelo papel apaziguador desempenhado durante a crise vigente no país.

3. No entanto, não deixamos de condenar, veementemente, a intenção dos parlamentares em prorrogar a presente legislatura, por não terem nem legitimidade e muito menos poderes Constitucionais para o efeito. Lembrando-lhes ainda que foram eleitos para cumprir os seus mandatos apenas para uma legislatura.

4. E também discordar da data marcada para a realização das eleições legislativas fora do quadro Constitucional.
5. Apelar a CEDEAO para, em nenhum momento, dispensar as forças da ECOMIB antes das Eleições Legislativas e Presidenciais.

5. Recordar ao Povo que a presente legislatura foi consumida na sua totalidade pelo Presidente da República em criar conflitos e pisar as leis da República, pelo que o atual entendimento hipotético entre os atores políticos não representa, de maneira alguma, o fim da crise JOMAVISTA; e muito menos impõe respeito pela legitimidade democrática do povo, pelo que nos devemos manter firmes e determinados na luta contra tentativa de implementação da ditadura do consenso parlamentar, em defesa da Constituição e demais leis da República da Guiné-Bissau.

Bissau, 18 de Abril de 2018

O Movimento
Povo i ka lixo!
A Luta Continua!

ANP/CNE - PROPOSTA DE LISTA SOLIDÁRIA: Presidente: José Pedro Sambu; Adjunto, N'pabi Cabi; 1.° secretário-executivo, Felisberto Moura Vaz; 2.° secretário-executivo, Idrissa Djalo. AAS

ANP - CANDIDATOS CNE: Osíris, Lima, Juca, Armando, Pedro Sambu e Fernando Jorge (juízes, desembargadores). AAS

ANP retoma trabalhos

terça-feira, 17 de abril de 2018

ANP: Deliberação n° 5 da Comissão Permanente

NADA PARA FAZER: JOMAV está em Calequisse e só regressa a Bissau no domingo. AAS

Bandidasku passanta (A CEDEAO que levante as sanções SÓ DEPOIS de realizadas as eleições legislativas. O PRS não é de confiança.)


A CEDEAO que levante as sanções SÓ DEPOIS de realizadas as eleições legislativas. O PRS não é de confiança. AAS

MANOBRAS DI TIMBA: JOMAV quer manter o Botche Cande no ministério do Interior e o Mamadu Fadia nas Finanças e nem quer ouvir falar de o PRS se manter na pasta da Energia...JOMAV, na Constituição da Guiné-Bissau (país do qual você é o chefe de Estado) não compete ao presidente da República 'indicar' este ou aquele para o Governo. Tira o cavalinho da chuva...AAS

CONTACTO: Primeiro-Ministro Aristides Gomes está neste momento na sede do PAIGC. AAS

domingo, 15 de abril de 2018

PARA CALEQUISSE

Normalmente os fracos recorrem sempre à mentira (pois esta é a sua forma de estar e ser, na vida) para "resolver" os problemas. O que vale é que a máscara já caiu há muito tempo. Esperemos que o "Comissário Principal" agora designado não se esqueça da sua missão, e não entre na "dança" com a "música" do djidiu de Calequisse...

José Taborda

PARA O JOMAV

Por mais que eu queira acreditar, já não consigo crer numa só palavra vindo da presidência. A história está cheia de exemplos do fim dos que tentaram brincar com a inteligência e a vontade de um povo que conferiu o seu voto de confiança e de esperança para uma governação honesta dos bens de todos a favor de todos. Espero que chegue o fim do nosso martírio e que este povo tenha aprendido a lição e na hora de votar o faça por consciência.

Aubry Dantas Vilela

EM PLENO: Lawn Tenis Clube Bissau



- Três campos
- Ginásio
- Loja de artigos desportivos (abrem na próxima semana)

Próximo mês

- Snack Bar



LAWN TENIS CLUBE BISSAU - ALTO BANDIM (ao lado do estádio 24 de Setembro)

Inscreva-se, faça-se sócio. Pratique desporto. Jogue ténis. Traga os seus filhos que temos professores preparados e dedicados.

CONTACTO: Edy - 955710946

Senhor Comissário Principal

"Esta é a verdade que o JOMAV quer esconder. Mas pior que isso, fala num Governo de consenso, quando de consenso apenas ficou acertada a escolha do primeiro-ministro, (Comissário Principal).

JOMAV poderá ainda tentar condicionar o Aristides Gomes, na composição de sua equipa.

De olhos abertos fiquemos, e oxalá o novo chefe do executivo siga seus conselhos, caro amigo Aly.

Os membros do Governo serão Comissários (designação dos membros do Governo durante os primeiros anos da independência) com a estrita missão já determinada na cimeira da CEDEAO ontem em Lomé.

D.P.
"

ARISTIDES GOMES já tem escolta da ECOMIB - duas carrinhas. O próximo primeiro-ministro entrou agora no palácio. AAS

CHEGOU: Domingos Simões Pereira, o grande artífice dessa brilhante vitória política e diplomática

OPINIÃO AAS: MUNTRUS NA CLARO...

Infelizmente, e para mal dos nossos pecados, o presidente da República habituou-nos a inverdades (para não dizer mentiras). De regresso a Bissau, vindo de uma cimeira onde o nosso chefe de Estado foi posto de joelhos, JOMAV - talvez sem ler o comunicado final da CEDEAO - disse que o nome do futuro primeiro-ministro Aristides Gomes havia sido proposto "pelo PRS".

José Mário Vaz foi desleal, desonesto e, volto a frisar, enquanto chefe de Estado o presidente não tem ponta por onde se pegar. Os neurónios estão simplesmente emaranhados e o curto circuito que por ali vai é de levantar um morto...

A declaração do presidente não tem uma ponta de verdade e a CEDEAO, no seu comunicado final, DESMENTE o presidente Mário Vaz:




O PRS é que instruiu o presidente para dizer esse disparate - pois foram ambos derrotados, espezinhados mesmo! Para o próximo primeiro-ministro, um recado:

Nenhum SANCIONADO - e NENHUM membro do actual 'governo' - deve fazer parte do futuro Governo. Ao Dr. Aristides Gomes, que tenha um bom começo - é o que se pede. Desafiar a CEDEAO logo no começo não será inteligente.
AAS

O VENCEDOR - GARANTIA DE MELHOR PROBABILIDADE

Clique 👉  AQUI  e baixe a NOVA aplicação